Timbre

Governo do Estado do Rio de Janeiro

Secretaria de Estado de Saúde

Subsecretaria Executiva

TERMO DE REFERÊNCIA

 

OBJETO

Contratação de empresa para prestação de serviços técnicos especializados em tecnologia da informação, nas áreas de sistemas de informação e infraestrutura tecnológica, de acordo com as especificações contidas neste termo de referência.

DA JUSTIFICATIVA DA CONTRATAÇÃO

A SUPERINTENDÊNCIA DE INFORMÁTICA, subordinada à Subsecretaria Executiva, dentro da estrutura da SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – SES/RJ, situada na cidade do Rio de Janeiro, foi criada em janeiro de 2007.

À SUPERINTENDÊNCIA DE INFORMÁTICA compete planejar, disponibilizar e suportar a infraestrutura de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e os sistemas de informação, promovendo a inovação e adotando boas práticas de governança de TIC, de modo a colaborar para a efetividade, a eficiência e o aprimoramento da prestação de serviços em saúde.

Considerando o estado de calamidade pública, em razão da grave crise financeira no Estado do Rio de Janeiro, decretado em junho de 2016, atualmente a Superintendência de Informática é composta por um reduzido quadro de profissionais técnicos capacitados para manter a infraestrutura de TIC da SES/RJ.

O último contrato de prestação de serviços técnicos na área de informática celebrado pela SES/RJ se encerrou em 2015, e desde então os serviços vêm sendo mantidos de forma precária e ineficiente. 

O objeto do contrato anteriormente praticado baseava-se no fornecimento de um Sistema de Gestão Hospitalar, envolvendo a cessão dos fontes, entrega da documentação detalhada correspondente (visão dos usuários e de desenvolvimento), transferência de tecnologia com capacitação dos técnicos da Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil - SESDEC; cessão de uso de aplicativos (disponibilização mensal, com opção de compra), adaptação dos mesmos às necessidades específicas da Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil – SESDEC; suporte técnico à operação e aos ambientes de TIC, e todos os sistemas (com cessão de código fonte, cessão de uso e legados).

A métrica utilizada foi hora técnica (H/H), e os valores praticados para os serviços prestados em AGOSTO/2015, a título de contextualização, estão dispostos abaixo:

SUPORTE ESPECIALIZADO

QTDE PESSOAL

(SES/REMOTO)

VALOR SUPORTE (SES/REMOTO)

Administração de banco de dados

1 / 0           

R$ 11.394,83 / R$ 11.394,83

Análise de sistemas, negócios, suporte e produção

42 / 41        

R$ 516.907,58 / R$ 521.356,38

Programação de computador

3 / 1            

R$ 24.897,04 / R$ 8.800,52

Operação de computador, produção e suporte

77 / 5           

R$ 304.438,97 / R$ 22.910,79

Gerência de projetos de TI

7 / 6            

R$ 435.804,56 / R$ 129.588,79

Atendimento help desk

10 / 6

R$ 47.637,93 / R$ 28.167,71

TOTAL GASTO NO (MÊS):

 

R$ 2.051.905,10

O contrato nº 018/2009 contemplou 8 (oito) termos aditivos, dando-se o prazo total de 72 (setenta e dois) meses, devendo ser pago à contratada, no último termo aditivo, o valor de R$ 34.143.964,80 (trinta e quatro milhões, cento e quarenta e três mil, novecentos e sessenta e quatro reais e oitenta centavos), em 12 (doze) parcelas mensais e sucessivas, no valor de até R$ 2.845.330,40 (dois milhões, oitocentos e quarenta e cinco mil, trezentos e trinta reais e quarenta centavos), cada uma delas.

Dada a complexidade das tecnologias hoje disponíveis, em uma mesma atividade, diversas especialidades são necessárias, o que demanda diversos perfis profissionais com rápidas mudanças de demandas. Este tipo de necessidade acaba por exigir alto dinamismo nas qualificações técnicas, às vezes por períodos curtos e definidos, o que tornaria algo oneroso e de difícil atendimento contando-se apenas com pessoal efetivo.

Diante das necessidades que se apresentam e da estrutura de que dispõe o Estado, bem como a contínua demanda por modernização tecnológica, é clara a necessidade de que sejam oferecidos serviços técnicos especializados para que seja possível oferecer respostas adequadas aos desafios tecnológicos da Administração Pública Estadual.

Sendo os serviços de informática de natureza contínua, visto que são necessários à Administração no desempenho de suas atribuições, se faz necessário tomar medidas preventivas para que os trabalhos em execução não sejam interrompidos e comprometam a continuidade das atividades da SES/RJ. Ademais, por não se tratar de atividade principal desta Secretaria, e a falta de previsibilidade para realização de concursos públicos, a contratação de empresa especialista em TIC para prestação de serviços é a solução que melhor se apresenta.

Devido ao desenvolvimento constante de novas tecnologias e funcionalidades na área de TIC, bem como à essencialidade e importância do serviço de saúde para a sociedade, a SES/RJ vem recebendo um grande aumento de demandas e solicitações de soluções, seja através de requisições de usuários internos ou externos, assim como órgãos afins, de controle, jurídicos e de fiscalização.

Esse aumento da demanda, aliado às rotinas diárias, permanentes e já existentes, de desenvolvimento e manutenção dos sistemas, suporte e infraestrutura, tem impactado de forma significativa na capacidade e produtividade da equipe responsável pela gestão, afetando consideravelmente as tarefas de planejamento, coordenação, supervisão, controle e governança.

Em termos quantitativos, a Superintendência de Informática apresenta os seguintes números:

Perfil

Quantidade

Gestores

5

Técnicos de Infraestrutura

2

Técnicos de Informática – Suporte

3

Técnicos de Informática – Cabeamento

1

Service Desk

2

Administrativos

2

Secretária

1

Embora a SES/RJ esteja em fase de elaboração de seu PLANO DIRETOR DE TIC, é objetivo da atual administração a implantação de tecnologias que permitam a aplicação de ações com maior inteligência na gestão das informações e o desenvolvimento de estratégias visando a melhoria do processo de decisão sobre questões importantes da SES/RJ.

É objetivo também a introdução de melhorias no processo de trabalho, efetivando e qualificando os serviços prestados à sociedade, e aumentando a produtividade dos servidores, multiplicando assim sua capacidade de atuação e consequentemente se obtendo ganhos de eficiência na execução de suas atividades.

Além disso, a contratação é imprescindível para atender, no âmbito do PLANO DE AÇÕES DE 180 DIAS do Governo, as seguintes ações previstas: Saúde Conectada e Implantação de Telessaúde/Telemedicina e Telediagnóstico com UERJ e outras Instituições de Ensino Superior.

DOS BENEFÍCIOS ESPERADOS

Os principais resultados a serem alcançados com esta licitação são:

DA NECESSIDADE DA CONTRATAÇÃO

Observa-se, no contexto atual e de forma geral, um crescimento intenso de trabalho nas áreas responsáveis pela Tecnologia da Informação e Comunicação das Organizações Públicas. Esse aumento no conjunto de atividades exercidas pelo setor de TIC decorre de diversas razões, dentre as quais podem-se destacar: a relação cada vez mais direta entre os processos de negócio e a TIC; a crescente necessidade de obtenção de informações precisas, confiáveis e em tempo para a tomada de decisão; a automação contínua dos processos de trabalho objetivando sua celeridade e economicidade; as seguidas demandas de integração, de migração ou de atualização tecnológica de sistemas legados; a inserção de novos modelos de negócio baseados na tecnologia, além das questões vinculadas à governabilidade da TIC, bem como da necessidade da transparência e da democratização da informação pública.

Inserido neste contexto, a Administração Pública Estadual possui uma grande demanda pela automação de novos fluxos de trabalho, evolução de fluxos de trabalho e funcionalidades já implementadas e a sustentação de vários  de  sistemas  de  informação,  utilizados  pelas áreas meio e fim, para a execução de suas atividades e prestação dos serviços de respectivas competências junto aos cidadãos em geral.

Tais sistemas, mantidos atualmente pelas áreas de TIC, são fundamentais para o adequado funcionamento de Órgãos, sendo que a interrupção no funcionamento implica na paralisação das atividades, causando prejuízos diretos a usuários desses sistemas, além de afetar as organizações públicas e privadas que dependem de alguns desses serviços para a realização de atividades, relacionadas neste Termo de Referência.

Assim, a contratação em pauta visa atender às necessidades aqui expressas mediante a  contratação de empresa especializada para a prestação de serviços de desenvolvimento,  manutenção e sustentação de sistemas essenciais de informação e infraestrutura  tecnológica,  uma  vez  que a SES/RJ não conta com profissionais especializados em quantidade e qualificação necessárias para a operacionalização dessas atividades, imprescindível para o adequado  funcionamento  de  seus órgãos.

DA RELAÇÃO ENTRE DEMANDA PREVISTA E A QUANTIDADE DE CADA ITEM

Os serviços de análise, desenvolvimento, manutenção corretiva e adaptativa de desenvolvimento de software serão remunerados em Unidade de Serviço Técnico em Engenharia de Software – USTe.

Os serviços de implantação, configuração, manutenção, instalação e sustentação referentes ao ambiente de infraestrutura tecnológica serão remunerados em Unidade de Serviço Técnico em Infraestrutura Tecnológica – USTi.

UST é uma unidade de mensuração de esforço para a execução de um serviço ou geração de um artefato. Os serviços, produtos ou artefatos estabelecidos no Catálogo de Serviços deste Termo de Referência, foram valorados em função de sua complexidade, para a qual foram criados níveis proporcionais de esforços, bem como do perfil profissional necessário à sua consecução, garantindo desta forma uma remuneração justa pelos serviços prestados.

Os cálculos da estimativa de Unidades de Serviço Técnico foram baseados nas demandas que deverão ser atendidas no período. Levou-se em conta os números contratados por  outros  órgãos da administração federal e estadual, tendo sempre a visão que em alguns casos as demandas ainda não têm seu escopo muito bem definido.

DESCRIÇÃO GERAL DOS SERVIÇOS

Os serviços de tecnologia da informação a serem contratados são:

TIPOS DE SERVIÇOS

DA ESCOLHA DA SOLUÇÃO ADOTADA

Levantamento das Alternativas de Mercado:

A Súmula nº 269 do TCU estabelece que, nas contratações para a prestação de serviços de Tecnologia da Informação, a remuneração deve estar vinculada a resultados ou ao atendimento de níveis mínimos de serviço, admitindo-se o pagamento por hora trabalhada ou por posto de serviço somente quando as características do objeto não o permitirem, hipótese em que a excepcionalidade deve estar prévia e adequadamente justificada nos respectivos processos administrativos.

Os levantamentos realizados junto ao mercado de prestação de serviços na área tecnológica identificaram algumas alternativas para a contratação de serviço especializado:

de software:

de infraestrutura:

Unidade de Serviço Técnico (UST) é uma unidade de mensuração de esforço para a execução de um serviço que envolva prioritariamente esforço humano não mensurável previamente com precisão ou de difícil mensuração por outras técnicas (qualquer técnica com precisão de mensuração inferior a 90% é candidata a ser substituída pela UST). É bastante utilizada em contratos de prestação de serviços que envolvam diversos tipos de serviços com variada complexidade. É comum o uso de UST na prestação de serviços da área de Engenharia de Software.

Análise de Pontos de Função (APF) é uma técnica para a medição de projetos de desenvolvimento de software, visando estabelecer uma medida de tamanho, em unidade de pontos de função (UPF), considerando a funcionalidade implementada, sob o ponto de vista do usuário. A medida é independente da linguagem de programação ou da tecnologia que será usada para implementação. Sob esse contexto, os objetivos da APF são:

medir a funcionalidade solicitada pelo usuário, antes do projeto de software, de forma a estimar seu tamanho e seu custo;

medir projetos de desenvolvimento e manutenção de software,  independentemente da tecnologia utilizada na implementação, de forma a acompanhar sua evolução;

medir a funcionalidade recebida pelo usuário, após o projeto de software, de forma a verificar seu tamanho e custo, comparando-os com o que foi originalmente estimado.

As organizações podem aplicar a Análise de Pontos por Função como:

uma ferramenta para determinar o tamanho de pacotes de software  adquiridos, através da contagem de todos os Pontos por Função incluídos no pacote;

uma ferramenta para apoiar a análise da qualidade e da produtividade;

um mecanismo para estimar custos e recursos envolvidos em projetos de desenvolvimento e manutenção de software;

um fator de normalização para comparação de software.

Foram identificados e estudados editais de licitação de instituições públicas e realizados contatos com os gestores de TIC de instituições, com o objetivo de discutir e trocar experiências sob formas de contratação de serviços em áreas tecnológicas, bem como as dificuldades encontradas por esses gestores no processo de execução dos serviços.

Foram realizados, ainda, análises de casos com o objetivo de obter uma avaliação comparativa dos custos da aplicação de Pontos de Função em contratações de software, e de outras métricas na execução.

 

JUSTIFICATIVA PARA A SOLUÇÃO ADOTADA AO AMBIENTE DE SOFTWARE

No caso das demandas de software a serem atendidas nesta contratação, seja pela alta criticidade dos sistemas a serem mantidos, pela segurança que os envolvem, pela variedade de atividades que podem compreender a manutenção de sistemas ou pela variação de custos da aplicação de uma única métrica para diferentes tipos de serviço de manutenção de sistemas de informação, optou-se pela utilização da métrica de Unidades de Serviço Técnico em Engenharia de Software (USTe). Assim, os serviços a serem executados serão demandados por meio de ordens de serviço com remuneração em USTe, sendo prestados ou não nas dependências do CONTRATANTE.

Justifica-se a adoção da métrica USTe em detrimento da aplicação da técnica de  Análise de Pontos por Função (APF) por verificar que esta última é de difícil utilização, uma vez que exige qualificação e experiência para seu emprego e fiscalização, sendo de notório conhecimento que não há servidores, pelo menos em número suficiente, para quantificação das evidências geradas.

As análises realizadas sobre necessidades concretas de manutenção em sistemas de informação utilizados pela SES/RJ indicaram que, quando se busca utilizar a métrica de Pontos de Função para a realização de atividades como as manutenções corretivas e periféricas, acaba-se por gerar uma distorção entre o esforço despendido e o valor  efetivo  para a realização da tarefa que podem, em algumas situações, gerar gastos excessivos ao erário, fato que não pode ser afastado da análise do gestor, que deve observar o critério da economicidade no uso do recurso público.

Desta forma, entende-se que a adoção da métrica USTe para os serviços de manutenção corretiva, adaptativa e atividades periféricas ao processo de manutenção de sistemas é a solução mais adequada às necessidades de negócio e aos requisitos tecnológicos da Administração Pública Estadual, em termos de economicidade e melhor aproveitamento dos recursos humanos, materiais e financeiros disponíveis.

JUSTIFICATIVA PARA A SOLUÇÃO ADOTADA AO AMBIENTE DE INFRAESTRUTURA

No caso das demandas em infraestrutura tecnológica a serem atendidas nesta contratação, optou-se pela utilização das métricas de Unidades de Serviço Técnico em Infraestrutura Tecnológica (USTi). Assim, os serviços a serem executados serão  demandados por meio de ordens de serviço com remuneração por USTi serão prestados  nas dependências do CONTRATANTE.

Nota-se, além da alta criticidade dos sistemas a serem mantidos, a necessidade de segurança que os envolve e a variedade de ambientes e ferramentas que implicam na necessidade de acompanhamento constante por profissionais de perfis multidisciplinares e que tenham conhecimento profundo da arquitetura atualmente empregada.

DO AMBIENTE COMPUTACIONAL ATUAL DA SES/RJ

O ambiente computacional descrito abaixo representa os principais ativos de hardware e software da SES/RJ, tendo a mesma ampla liberdade de atualizá-los, segundo sua necessidade e conveniência administrativa.

Sistemas Operacionais:

MS Windows XP/7/8/10.

MS Windows Server 2008/2012.

Linux Ubuntu.

Linux CentOS.

Linux Debian.

Plataforma / Linguagens de Desenvolvimento:

Delphi.

Java.

.NET.

Sistema Gerenciador de Banco de Dados:

SQL Server 2008/2016.

PostgreSQL.

Servidor Web:

Apache.

Tomcat.

Servidor de Aplicação:

JBoss.

Servidor de Diretório:

LDAP.

Baleanceamento de Carga:

Nginx.

DA RELAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DA SES/RJ

Relação do legado de sistemas de informação produzidos e administrados:

Sistema

Descrição

1. ANTIFUMO

Dados das ações praticadas pelos fiscais nas ações.

2. AUTOEST

Sistema Controle de Estoque da Central Geral de Armazenagem (antigo DGIB - Departamento Geral de Insumos Básicos).

3. CENTRAL DE REGULAÇÃO RIO IMAGEM

Agendamento de exames no RIOIMAGEM e nas unidades móveis de ressonância magnética, tomografia e Mamografia.

4. CNQ QUIMIO

Controle de Notificação de Casos de Quimoprofilaxia.

5. CONTROLE ACESSO

Controle de Acesso e Cadastro de usuários.

6. CONTROLE CONTRATOS

Controle de Acompanhamento de Contratos.

7. CONTROLE PROCESSO

Gestão de Documentos e Processos. Cadastro/Autuação e Tramitação.

8. DENÚNCIA CVS

Registro e acompanhamento das denúncias recebidas.

9. DIÁRIAS

Sistema de controle de pagamento de diárias.

10. DST CAMPANHA

Controle de Campanhas de Doenças Sexualmente Transmissíveis

11. ESCALA ECORH

Sistema de dados cadastrais dos Servidores do Estado.

12. FATURAMENTO

Controle de produção de faturamento SUS com monitoramento e comparativo produtivo de teto municipal.

13. FORÇA ESTADUAL

Cadastro de voluntários da força estadual de saúde do estado.

14. HEMOPROD

Produção hemoterápica de cada unidade.

15. MANDADO JUDICIAL

Registrar todo o andamento dos processos/demandas que chegam à Assessoria de mandados, mantendo histórico de todas as movimentações.

16. NAT NÚCLEOS

Sistema feito para atender ao Convenio firmado entre a Defensoria do Estado com a Secretaria de Estado de Saúde, buscando um maior atendimento às solicitações da população que procura as defensorias dos Municípios, de forma administrativa, sem a necessidade de se entrar com um processo judicial.

17.  OUVIDORIA

Sistema de controle de manifestos da ouvidoria do estado.

18. PASS

Controle de Portal de Acesso ao sistema SES.

19.  PCA

Programa de avaliação dos servidores do estado.

20.  PCO

Questionário referente a pesquisa de clima oferecido a todos os profissionais que atuam em todas as unidades SES independente de vínculo excluindo estagiários. Executado sob demanda.

21.  PERÍCIA MÉDICA

Sistema estadual para concessão de licenças médicas.

22.  PROTOCOLO ONLINE

Protocolo On Line de Revalidações de alvará sanitário.

23.  RELSINAVISA

Gerador de relatório vigilância sanitária.

24.  SAFIRA

Controle Orçamentário e Execução orçamentária.

25.  SER

Sistema Estadual de Regulação.

26.  SICES

Sistema de controle de escalas médicas.

27.  SICOE

Controlar de ofícios especiais (MP) da vigilância sanitária.

28.  SICOER

Sistema de controle de estagiários e residentes do estado.

29.  SIDAD

Sistema de Controle / Distribuição de declarações óbito/nascimento.

30.  SIGME

O  objetivo principal é  permitir um controle/acompanhamento da distribuição de Medicamentos de Alto Custo, cujas regras estão definidas no Programa do Componente Especializado através do cadastro dos Laudo de Medicamentos Especializado (LME).

31.  SISAF

Mantém o Registro Históricos de concursados na área de Saúde.

32.  SISPROG

Sistema que permite o controle de programação, inspeção e geração OS/SVS

33.  SISTEMA GESTÃO HOSPITALAR

A solução KLINIKOS integra sistemas e funcionalidades de registro eletrônico em saúde que permeiam todos os níveis da assistência, compreendendo o aspecto clínico, operacional, administrativo e gerencial.

34.  SISTEMA UPA 24HS

O produto permite o registro de toda a passagem do paciente pela unidade, contemplando as etapas de acolhimento, classificação de risco, registro de atendimento, prescrição e exames realizado.

35.  SISTER

Sistema que permite um controle sobre todos os termos de infração e advertência emitidos contra os estabelecimentos que cometeram alguma infração contra a legislação sanitária.

36.  SISVISA ATENDIMENTO RECEPÇÃO

Registro de Atendimento público SVS.

37.  SISVISA CADASTRO

Cadastro de Vigilância Sanitária.

38.  SISVISA MONITORA ALIMENTO

Monitoramento de Alimento - Controle de Laudos emitidos durante a coleta de amostras .

39.  SISVISA POP

Avaliação de Procedimentos Operacionais Padrão.

40.  SISVISA RECEITUÁRIO

Distribuição de Receituário Controlado.

41.  SISVISA SINAVISA

Sistema nacional de Vigilância Sanitária.

42.  Sma-RH

Controlar os agentes que trabalham no combate a dengue e para controle diário do trabalho.

43.  STOK

Sistema de Administração  e Gerenciamento de Produtos e Serviços compostos dos módulos: Compras, Contratos, Movimentação, Inventário, Gerencia, Gestor (Rede).

44.  SUVISA REGISTRO

Registro de Diplomas e Livros pela Vigilância Sanitária.

45.  TRS

Sistema de terapia renal substitutiva.

DA DEMANDA PREVISTA 

A demanda prevista para a execução do objeto seguirá o modelo abaixo

Lote

Item

Bem/Serviço

Métrica

Quantidade

LOTE 01–

Sistemas de Informação

01

Serviços de Análise de Sistemas

 

 

 

 

USTe

9.956,41

02

Serviços de Implementação

9.387,66

03

Serviços de Arquitetura de Sistemas de Informação

1.194,97

04

Serviços de Análise, Implementação e Arquitetura de Datawarehousing e Business Intelligence

 

2.237,42

05

Serviços de Gerenciamento de Projetos em Sistemas de Informação

903,52

TOTAL LOTE 01

23.679,98

LOTE 02 –

Infra-estrutura Tecnológica

06

Serviços de Administração de Sistemas de Segurança da Informação

 

 

 

 

USTi

1.632,34

07

Serviços de Administração de Banco de Dados

3.175,30

08

Serviços de Apoio e Atendimento a Usuários de Computador e Cabeamento Lógico Estruturado

10.135,10

09

Serviços Elétricos e de Cabeamento Elétrico Estruturado

2.450,42

10

Serviços de Gerenciamento de Projetos em Infraestrutura

2.526,60

TOTAL LOTE 02

19.919,76

TOTAL LOTE 01 + LOTE 02

43.599,74

O total de USTe e USTi seu esforço mensal estimado, e servirá de referência para pagamento da prestadora de serviços, sobre o qual incorrerão as repercussões da avaliação da execução  dos  serviços conforme definição de Nível Mínimo de Serviço. Esse total já está prevendo a  necessidade atual e futura para implantação e manutenção de projetos futuros.

A distribuição das tarefas ou atividades, dentro de cada item de serviço, será definida durante a execução do contrato.

DO QUADRO DE PESSOAL E PERFIS PROFISSIONAIS

A CONTRATADA deverá disponibilizar profissionais alocados na sede da  CONTRATANTE em quantidade ideal para executar as atividades demandadas pela CONTRATANTE.

Os profissionais disponibilizados devem  possuir diploma ou certificado de conclusão de curso de graduação de nível superior na Área de Tecnologia da Informação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da  Educação  e  Cultura  –  MEC, ou  qualquer  diploma ou certificado de curso de graduação de nível superior com especialização, em nível de pós - graduação, na área de Tecnologia da Informação, ambos fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, e serem devidamente capacitados e treinados pela CONTRATADA para exercerem as atividades previstas.

Esse dispositivo não se aplica aos profissionais que prestarão os Serviços de Apoio e Atendimento a Usuários de  Computador e Cabeamento Lógico Estruturado e os  Serviços  Elétricos e de Cabeamento Elétrico Estruturado, nos quais os profissionais poderão possuir diploma ou certificado de conclusão de ensino médio.

A critério da CONTRATANTE, a quantidade de profissionais estimada pode variar durante a execução e será definida pela CONTRATADA de forma a atender a demanda, condições e níveis de serviço estabelecidos.

Os recursos humanos disponibilizados pela CONTRATADA deverão conhecer o funcionamento dos negócios internos de Tecnologia da Informação da CONTRATANTE, o que exige a disponibilização e a autorização na utilização de senhas privilegiadas para acesso a serviços críticos, mediante a adição de procedimentos em conformidade com as regras de segurança estabelecidas, entre elas a de não permitir a rotatividade de pessoal na execução destas atividades.

Portanto, a CONTRATADA se compromete em envidar esforços para manter um  quadro estável e presencial de recursos profissionais para execução das demandas e tarefas de suporte a infraestrutura, buscando assim, não só a prestação dos serviços com a qualidade definida, como também a sua continuidade.

A CONTRATADA deverá substituir, sempre que exigido pela CONTRATANTE e independente de justificativa por parte desta, qualquer funcionário cuja atuação, permanência e/ou comportamento sejam inadequados aos julgados prejudiciais e/ou inconvenientes à execução dos serviços aos interessados do Serviço Público, à  exemplo de, desrespeito ao público ou a servidores da CONTRATANTE, desempenho em desacordo com as necessidades, flagrante delito ou outras ocorrências que possam comprometer a qualidade dos serviços ou a imagem da CONTRATANTE e do Serviço Público.

A substituição de qualquer profissional da CONTRATADA que esteja alocado em  alguma atividade da CONTRATANTE deverá ser comunicada imediatamente, sob pena de inexecução do serviço contratado.

A CONTRATADA deverá instruir seus empregados a respeito das atividades a serem desempenhadas, alertando-as a não executar atividades não abrangidas pelo contrato, devendo a CONTRATADA relatar a CONTRATANTE toda e qualquer ocorrência neste sentido, a fim de evitar situações em desacordo com o contrato estabelecido.

A CONTRATADA deverá manter disciplina nos locais nos local onde preste  serviços, retirando imediatamente, após notificação, qualquer empregado  considerado  com  conduta contratuais inconveniente.

Os serviços previstos pressupõem o gerenciamento de equipe por profissionais com a expertise apropriada ao ambiente de atuação discriminado neste Termo de Referência, sendo obrigatório independente da nomenclatura adotada pela  CONTRATADA, que a mesma comprove no ato da assinatura do contrato, que possui quadro técnico formado por profissional com o seguinte perfil:

Profissional Certificado em Gerência de Projetos (PMP, Pós Graduação (latu sensu) em GP, ou PRINCE2 (Lote 01 e Lote 02);

Profissional Certificado em COBIT Foundation (Lote 01 e Lote 02);

Profissional Certificado em ITIL Expert ou Foundation (Lote 01 e Lote 02);

Profissional Certificado em Microsoft MCDBA (Lote 01 e Lote 02);

Profissional Certificado Microsoft MCSA e MCSD (Lote 01 e Lote 02);

Profissional Certificado em CRISC – ISACA (Lote 02);

Profissional Certificado DRII (Disaster Recovery e/ou Business Countinuity Planning) (Lote 02);

Profissional Certificado LPIC 1 (mínimo) (Lote 02);

Oracle Certified Professional – OCP ou Superior (OCM ou OCE) - (Lote 01 e Lote 02).

A CONTRATADA deverá comprovar na data de assinatura do contrato, e deverá manter esta condição durante a vigência do mesmo, prova de vínculo com os profissionais qualificados que prestarão os serviços, conforme descrição e grau de especificidade acima exigido, mediante apresentação de carteira de trabalho e previdência social (CTPS) ou Ficha de Registro de Empregado (autenticada pela DRT) ou Contrato de Prestação de Serviço ou Notas Fiscais de Prestação de Serviço. Quando o profissional for sócio da CONTRATADA, tal comprovação poderá ser feita através da apresentação de Contrato Social em vigor.

Observação: Os profissionais acima descritos serão alocados conforme as demandas previstas nos itens 21 e 23 a seguir. Para atingir os objetivos estratégicos da SES/RJ (item 02 – Justificativa da Contratação) é imprescindível a alocação dos expertises acima descritos.

Perfis técnicos desejados para o desempenho de serviços relacionados do Lote 01:

Serviços de Análise de Sistemas:

Nível Superior completo em Área Tecnológica; ou Curso Superior completo em qualquer  área e Pós-graduação na área Tecnologia da Informação (carga-horária mínima de 360 horas). Capacitação em Análise/Projeto Orientado a Objetos; Teste/Qualidade de Software; Conhecimentos em Sistemas Operacionais Windows, Linux e MacOS; Inglês Técnico; Banco de Dados; Metodologias UP (PROCESSO  UNIFICADO) e UML, ferramentas e técnicas de desenvolvimento e manutenção de sistemas; Modelagem de  dados; Modelagem de processos; Modelo relacional; Modelagem orientada a objetos; Linguagem SQL; Ferramentas de engenharia de software assistida por computador (CASE); Teste unitário/integrado de software.

Nível Superior completo em Área Tecnológica; ou  Curso Superior completo em  qualquer  área e Pós-graduação na área Tecnologia da Informação (carga-horária mínima de 360 horas). Conhecimentos no desenvolvimento de aplicações nativas iOS e Android. Conhecimentos intermediários de HTML, CSS, JavaScript, jQuery ou C#; Conhecimentos em Sistemas Operacionais Windows, Linux e  MacOS;  Inglês  Técnico; Banco de Dados; Metodologias UP (PROCESSO UNIFICADO) e UML, ferramentas e técnicas de desenvolvimento e manutenção de sistemas; Modelagem de dados; Modelagem de processos; Modelo relacional; Modelagem orientada a objetos; Linguagem SQL; Ferramentas de engenharia de software assistida por computador (CASE); Teste unitário/integrado de software.

Serviços de Implementação de Sistemas:

Nível Superior completo em Área Tecnológica; ou Curso Superior  completo  em  qualquer área e Pós-graduação na área Tecnologia da Informação (carga-horária mínima de 360 horas). Capacitação em Programação em Linguagem de programação (JSP, ASP, HTML, Java, VB, ASP, .NET, Delphi), SQL-ANSI, Script/VB Script, XML, JBOSS Seam, Struts, Hibernate. Conhecimentos em Sistemas Operacionais Windows, Linux e MacOS; Inglês Técnico; Desenvolvimento ou Manutenção de Aplicações WEB; Banco de Dados; Metodologias UP (PROCESSOUNIFICADO) e UML, ferramentas e técnicas de desenvolvimento e manutenção de sistemas; Modelagem de dados; Modelo relacional; Programação orientada a objetos; Ferramenta de BPM JBPM; TomCat; XML, .NET; Linguagem de Programação Java, ou .NET, ou  PHP,  ou  ASP, ou Visual Basic, ou Delphi; Linguagem  SQL; Ferramentas  de  engenharia de software assistida por computador (CASE); Teste unitário/integrado de software; Ferramenta de versionamento de programas, Frameworks para desenvolvimento e manutenção de aplicações;

Nível Superior completo em Área Tecnológica; ou Curso Superior  completo  em  qualquer área e Pós-graduação na área Tecnologia da Informação (carga-horária mínima de 360 horas). Conhecimento em desenvolvimento Mobile,  iOS,  Android e linguagens  Objective - C, Swift, JAVA ou C#; Conhecimento avançado em alguma linguagem de programação: Java script (Node.JS), PHP, Go, Java, Ruby ou Python. Conhecimentos em ferramentas X- Code, Android Studio, Visual Studio, Xamarim; Conhecimentos em Sistemas Operacionais Windows, Linux e  MacOS; Inglês Técnico; Desenvolvimento ou  Manutenção  de Aplicações WEB; Banco de Dados; Metodologias UP (PROCESSO UNIFICADO) e UML, ferramentas e técnicas de desenvolvimento e manutenção de sistemas; Modelagem de dados; Modelo relacional; Linguagem SQL; Ferramentas de engenharia de software assistida por computador (CASE); Teste unitário/integrado de software; Ferramenta de versionamento de programas.

Serviços de Arquitetura de Sistemas de Informação:

Nível Superior completo em Área Tecnológica. Capacitação em programação JSP/ASP/HTML/Java Script/VB Script, Java, XML, JBOSS Seam, Struts, Hibernate. Conhecimentos em Sistemas Operacionais Windows, Linux e MacOS; Inglês Técnico; Desenvolvimento ou Manutenção de Aplicações WEB; Banco de Dados; Metodologias UP (PROCESSO UNIFICADO) e UML, ferramentas e técnicas de desenvolvimento e manutenção de sistemas; Modelagem de dados; Modelagem de processos; Modelo relacional; Programação orientada a objetos; Linguagem de Programação JAVA; IDE Java Jdeveloper e Eclipse; Ferramenta de BPM; TomCat; XML, .NET; Linguagem SQL; Ferramentas de engenharia de software assistida por computador (CASE); Teste unitário/integrado de software; Ferramenta de versionamento de programas; Frameworks para desenvolvimento e manutenção de aplicações.

Serviços de Análise, Implementação e Arquitetura de Data warehousing e Business Intelligence:

Nível Superior completo em Área Tecnológica; ou Curso Superior completo em qualquer área e Pós-graduação na área Tecnologia da Informação (carga-horária mínima de 360 horas). Capacitação em Modelagem de Dados; Análise/Projeto Orientado a Objetos; Teste/Qualidade de Software; Extração, Transformação e Carga de dados (ETL); Online Analytical Processing (OLAP). Conhecimentos em Sistemas Operacionais Windows, Linux e MacOS; Inglês Técnico; Projetos de implantação e manutenção de Datamarts e Datawarehouse, utilizando sistema gerenciador de banco de dados Oracle; UML, ferramentas e técnicas de Business Intelligence; Modelagem de processos; Modelagem relacional; Modelagem Multidimensional;  Modelagem orientada a objetos; Linguagem SQL; SQL-ANSI; Técnicas de Banco de Dados para manipulação de grande  volume  de dados (uso de índices, particionamento, paralelismo, etc; Teste unitário/integrado de software.

Gerente de Projetos em Sistemas da Informação:

Nível Superior completo em Área Tecnológica; ou Curso Superior completo em  qualquer  área e Pós-graduação na área Tecnologia da Informação (carga-horária mínima de 360 horas). Capacitação em Princípios que regem a Gerência de Projetos (PMBoK). Conhecimentos em Sistemas Operacionais Windows, Linux e MacOS; Inglês Técnico; conhecimento dos princípios que regem os modelos de maturidade em desenvolvimento e manutenção de software  (RUP, MPS.BR, CMMI-DEV, ISO/NBR  15504);  conhecimento dos princípios que regem a Gerência de Projetos (PMBoK).

Os profissionais alocados para a execução das tarefas/demandas serão classificados ainda conforme a tabela a seguir:

Tipo

Tempo de experiência

Complexidade

Trainne ou Estagiário

Até 2 anos

Baixa

Junior

Mínimo de 3 anos

Média

Pleno

Mínimo de 5 anos

Intermediária

Sênior

Mínimo de 8 anos

Alta

Certificação TR

Mínimo de 10 anos mais

certificação

Especialista

Perfis técnicos desejados para o desempenho de serviços relacionados do Lote 02:

Serviços de Administração de Sistemas de Segurança da Informação:

Nível Superior completo em Área Tecnológica; ou  Curso Superior completo  em  qualquer  área e Pós-graduação na área Tecnologia da Informação (carga-horária mínima de  360  horas). Promoverá serviços de análise de suporte para administração de rede de computadores e segurança e integridade das informações, envolvendo:  serviços de análise de suporte, para administração de sistemas operacionais Unix, SUN Solaris, AIX, Linux, Windows e serviços de diretório, inclusive LDAP e Microsoft Active Directory, administração de sistemas operacionais. Nível de formação superior completo na área de tecnologia da informação, conhecimento em análise de suporte de rede de computadores,  com  conhecimento em redes Linux e Windows Server.

Nível Superior completo em Área Tecnológica; ou Curso Superior  completo  em  qualquer  área e Pós-graduação na área Tecnologia da Informação (carga-horária mínima de  360  horas). Promoverá análise e implementação de políticas  de  segurança,  testes  de  penetração, scan de vulnerabilidades de  servidores  e  serviços,  implementação  e configuração de firewalls, análise de  ataques,  liberações  de regras  de firewall/na t,  Backup  de servidores, restauração e rotinas de backup, homologação de servidores, políticas  de acesso a sites, Instalação e configuração de antivírus, vpn. Nível de formação superior concluída na área de tecnologia da informação, conhecimento em análise de suporte de rede de computadores, com conhecimento comprovado de redes Linux e Windows Server, Big IP, configuração de roteadores e protocolo de roteamento,  criação  de  ACL  em roteadores e protocolo TCP/IP e UDP e conhecimento avançado de serviços de firewall, páginas WEB, Proxy e para segurança e integridade de informações.

Serviços de Administração de Banco de Dados:

Nível Superior completo em Área Tecnológica; ou  Curso  Superior  completo  em  qualquer  área e Pós-graduação na área Tecnologia da Informação (carga-horária mínima  de  360  horas). Capacitação em Administração de Banco de Dados. Conhecimento em Sistemas Operacionais Windows, Linux e MacOS; Inglês Técnico; Desenvolvimento e manutenção de sistemas; Metodologias UP (PROCESSO UNIFICADO); UML; ferramentas e técnicas de Modelagem de dados; Modelagem relacional; Modelagem multidimensional; Modelagem orientada a objetos; Linguagem SQL;  SQL-ANSI; Modelagem  de  processos;  Sustentação  em ambientes de alta disponibilidade.

Nível Superior completo em Área Tecnológica; ou Curso Superior completo  em  qualquer área e Pós-graduação na área Tecnologia da Informação (carga-horária mínima  de  360  horas). Capacitação em Modelagem de Dados. Conhecimento em Sistemas Operacionais Windows, Linux e MacOS; Inglês Técnico; Desenvolvimento e manutenção de sistemas; Metodologias UP (PROCESSO  UNIFICADO); UML; ferramentas e técnicas  de  Modelagem  de dados; Modelagem relacional; Modelagem multidimensional; Modelagem orientada a objetos; Linguagem SQL; SQL-ANSI; Modelagem de processos.

Serviços de Apoio e Atendimento a Usuários de Computador e Cabeamento Lógico Estruturado:

Ensino médio completo,  comprovado com diploma ou certificado de  conclusão; Capacitação em Suporte Técnico  comprovada.  Experiência  em  suporte  técnico  em hardware e software, questões relativas a serviços, produtos, relacionamento com clientes, prestar manutenção em redes de  computadores,  manutenção  de  software  básico  e  de apoio como sistemas operacionais, configurar e atualizar programas de anti-Vírus e anti-Spywares, realizar manutenção de rotinas de cópias de segurança, instalar e manter os  diversos Sistemas Operacionais, configurar as contas de correio eletrônico, interligação de redes através de VPNs ou outros recursos.

Serviços Elétricos e de Cabeamento Elétrico Estruturado:

Ensino médio completo, comprovado com diploma ou certificado de conclusão. Curso de Eletricista e Comandos Elétricos ou similar (mínimo de 200 horas), comprovados com certificado. Curso NR-10 (Básico e SEP), comprovados com certificado; Curso NR-35, comprovado com certificado. Conhecimentos em comandos elétricos, instalações elétricas prediais, manutenção preventiva em sistemas elétricos, operação e manobra de instalações    de Baixa e Média Tensão, operação de NO-BREAK (UPS); Atuação em Datacenter.

Serviços de  Gerenciamento de  Projetos em  Infraestrutura:

Nível Superior completo em Área Tecnológica; ou  Curso  Superior  completo  em  qualquer  área e Pós-graduação na área Tecnologia da Informação (carga-horária mínima de  360  horas). Capacitação em Princípios que regem a Gerência de Projetos (PMBoK). Conhecimentos em Sistemas Operacionais Windows, Linux e MacOS; Inglês Técnico; conhecimento dos princípios sobre arquitetura de rede, sistemas operacionais, sistemas gerenciadores de banco de  dados,  sistemas  de  segurança  e  datacenters;  conhecimento  dos princípios que regem a Gerência de Projetos (PMBoK).

Os profissionais alocados para a execução das tarefas/demandas serão classificados ainda conforme a tabela a seguir:

Tipo

Tempo de experiência

Complexidade

Trainne ou Estagiário

Até 2 anos

Baixa

Junior

Até 3 anos

Média

Pleno

Mínimo de 5 anos

Intermediária

Sênior

Mínimo de 8 anos

Alta

Certificado cfe TR

Mínimo de 10 anos mais

certificação

Especialista

PLANO DE EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS

Considerando a necessidade de implementar a governança corporativa de TI e a efetiva gestão de TI, além da necessidade de atendimento às demandas da SES/RJ, a CONTRATADA deverá, ainda nos primeiros seis meses da contratação, elaborar e implementar os seguintes produtos:

Análise de riscos de segurança da informação, baseada na NBR/ISO IEC  27001/27002 - Este produto deverá identificar os riscos e avaliar os possíveis danos que podem ser causados, a fim de justificar os controles de segurança. Deverá atingir três objetivos principais: identificar riscos, quantificar o impacto de possíveis ameaças e propor um equilíbrio financeiro entre o impacto do risco e o custo da contramedida; Lote 02 – Especialista.

BIA – Bussines Impact Analisys – Análise de Impacto ao Negócio - Este tem por finalidade apresentar todos os prováveis impactos de forma Qualitativa e Quantitativamente dos principais processos de negócios mapeados e entendidos na organização, no caso de interrupção dos mesmos, seus tempos necessários para o menor impacto ao negócio, RPO (Recovery Point Objective), RTO (Recovery Time Objective) e o MTPD (Most Tolerable Period of Disruption), baseado na BS 25999-1 e 2; Lote 02 – Especialista.

Diagnóstico do sistema de governança e gestão de serviços de TI -  Este documento tem   por finalidade demonstrar a situação atual em gestão e governança de TIC, como referencial o COBIT 5, ITIL 2011 e ISO 20.000; Lote 02 – Especialista.

Relatório de satisfação atual dos usuários de TI, com indicação de pontos fortes, oportunidades de melhorias e sugestão de ações que entreguem ganhos rápidos;  Lote 01 e Lote 02 – Especialista.

Plano de execução dos serviços – Documento que deverá evidenciar o conhecimento da arquitetura e ferramentas que mantem a Tecnologia da Informação da CONTRATANTE, o ambiente de produção e os ambientes de testes da mesma e os projetos em andamento  e previstos nortear a execução dos serviços, com base  nos documentos acima  gerados. Deverá  ser elaborado um plano para o LOTE 01 e um plano para o LOTE 02. Em caso de se tratar da mesma CONTRATADA, poderá ser elaboração um único plano integrando os dois lotes.  Executado por Especialista.

Transferência de Conhecimento em Desenvolvimento Seguro de Software – Deverá ser realizado, ainda nos primeiros noventa (90 dias) dias após a assinatura do  contrato, a realização de dois workshops ou evento similar com no máximo 4 participantes de cada CONTRATANTE, com o mínimo de 24 horas, presencial nas instalações de uma das CONTRATANTES; Lote 01 – Especialista.

Apoio a elaboração de Política de Segurança da Informação, com  elaboração de normas  de segurança da informação, referenciadas pela ISO 27001/27002; Lote 2 – Executado por Especialista.

Implementar, em ferramenta de  gestão de serviços de TI, open source, preferencialmente o GLPI (GLPI é uma solução web Open-source completa para gestão de ativos e helpdesk disponível em www.glpi-project.org) os processos de gerenciamento de incidentes, demandas, problemas, configurações e análise de causa raiz, conforme ITIL 2011. Todas as  interfaces deverão estar em língua portuguesa do Brasil; Lote 01 – Especialista.

Poderá ser aceito pela CONTRATANTE, outra ferramenta de ITSM, desde que open source, ou com licenciamento perpétuo com atualizações inclusas.

METODOLOGIA DE GESTÃO DOS SERVIÇOS

Considerando que a contratação é por produtos e serviços, a gestão dos serviços entregues deverá adotar o seguinte roteiro:

​A CONTRATANTE elaborará Ordem de Serviços - OSs, com informações necessárias para a execução dos mesmos, com no mínimo as seguintes informações:

Informações da Demanda:

Severidade

Tipo

Prazo de atendimento

1

Crítica

até 30 minutos

2

Grave

Até 4 horas

3

Média

Até 8 horas

4

Baixa

Até 12 horas

5

Sem severidade

A ser acordado conforme demanda das unidades de negócio da CONTRATANTE

Nível da Complexidade

Equivalência da UST

Especialização

Baixa

Até 1,5

Trainne ou Estagiário

Média

Até 3

Junior

Intermediária

Até 2,25

Pleno

Alta

Até 4,5

Sênior

Especialista

Até 5

Certificado cfe TR

Observação: Uma Ordem de Serviços – OS poderá incluir várias demandas. Cada demanda pode conter várias atividades (previstas ou não no catálogo de serviços), sendo que cada atividade terá sua complexidade individualizada. Em caso da atividade não estar prevista no catálogo de serviços, e seja necessária para a execução da tarefa, esta será objeto de negociação entre a contratante e contratada conforme fluxo acima e item 16.18 a seguir.

A CONTRATADA deverá elaborar o orçamento, inserindo na Ordem de Serviço – OS as seguintes informações, em campo apropriado:

A CONTRATANTE receberá a O.S. e avaliará os valores orçados, aprovando ou solicitando novos ajustes, negociando com a CONTRATADA estes valores apresentados.

A CONTRATANTE aprova a O.S. para execução.

A CONTRATADA executa os serviços conforme especificado na OS e entrega ao CONTRATANTE.

O CONTRATANTE recebe os serviços/produtos emitindo o termo de recebimento provisório_TRP, tendo o prazo de até 5 (cinco)  dias  úteis  para  devolução  ou  emissão  do termo de recebimento definitivo_TRD:

Em caso de devolução, prevalecem os prazos iniciais (item 6 e 7).

O CONTRATADO, de posse do Termo de Recebimento Definitivo, emite o faturamento.

Fluxo genérico da execução contratual:

Atores envolvidos na execução contratual:

São atores, funções ou cargos na execução contratual os seguintes participantes:

  1. Fiscal do Contrato – Servidor público designado em portaria interna, com as funções e responsabilidades de atestar as entregas no prazo e na qualidade prevista nas O.Ss;
  2. Demandante – Responsável pela demanda ou necessidade a ser executada;
  3. Preposto – Representante da CONTRATADA, com poderes de decisão e ponto único de contato com a CONTRATANTE. Deverá participar  das reuniões e atender  as solicitações da CONTRATANTE quando solicitado;
  4. Gestor do Contrato – Responsável pelo relacionamento contratual com o CONTRATADO.

Ordens de Serviço:

Todos os serviços (requisições de serviços) serão demandados através de Ordens de Serviços.

Estas OS's podem ser para serviços rotineiros ou sob demanda, para execução em horas úteis ou fora do horário normal.

Uma vez solicitado e aprovado o serviço, a CONTRATADA deverá alocar profissionais, de acordo com os perfis e serviços definidos, em tempo hábil para a consecução das atividades e condições estabelecidas na OS.

Também serão consideradas como Ordens de Serviço as solicitações de serviço devidamente registradas em outros meios alternativos, como e-mail, mensagens utilizando celular para o aparelho do plantão da CONTRATADA ou qualquer outro meio que evidencie a intenção de uma solicitação de serviços por parte dos integrantes da CONTRATANTE envolvidos na execução contratual. Nesses casos específicos, as solicitações deverão ser posteriormente convertidas em Ordens de Serviço e incluídas na ferramenta de gestão de demandas.

Todos os serviços serão demandados por meio de sistema de apoio à execução contratual, que deverá ser disponibilizado pela CONTRATADA, que deve conter as informações mínimas exigidas nesse Termo de Referência.

Este sistema deverá estar acessível aos usuários do CONTRATANTE envolvidos na execução e gestão dos serviços contratados, sendo de responsabilidade da contratada o dimensionamento da quantidade de licenças concorrentes necessárias.

A execução do contrato será baseada no modelo onde a CONTRATANTE será responsável pela gestão do contrato, pelo ateste dos resultados esperados e dos níveis de qualidade exigidos frente aos serviços entregues. A CONTRATADA é responsável pela execução dos serviços, gestão dos recursos técnicos, e outros necessários à execução das tarefas.

A prestação dos serviços será feita por meio da  execução das tarefas, cujas atividades  estão descritas neste Termo de Referência, onde estão especificadas as atividades a serem executadas pela CONTRATADA, segundo os processos, padrões e procedimentos da CONTRATANTE.

As tarefas podem ser de dois tipos: Demandas ou Execução Continuada. Tarefas de execução continuada são aquelas que têm a periodicidade definida para execução e demandas são aquelas previstas para serem realizadas, mas que dependem de uma solicitação específica. Todas as tarefas dependem da abertura de uma Ordem de Serviço.

A CONTRATANTE deverá emitir Ordem de Serviço contendo no mínimo, as informações descritas neste Termo de Referência.

As Ordens de Serviços deverão ser encaminhadas pela CONTRATANTE para a CONTRATADA através de ferramenta disponibilizada pela CONTRATADA.

A CONTRATADA deverá receber Ordem de  Serviço autorizada  pelo  Gestor  do  Contrato e iniciar a execução. O dimensionamento das equipes para atendimento, é de responsabilidade exclusiva da CONTRATADA, desde  que  tenha  aprovação  da CONTRATANTE e  seja suficiente  para  o  cumprimento  integral de todas as tarefas solicitadas  de acordo com os requisitos de qualidade de serviço descritos neste documento.

Se durante a execução do atendimento da Ordem de Serviço, a  CONTRATADA identificar a necessidade de execução de outras tarefas não previstas, a  CONTRATANTE deverá ser informada para a devida aprovação ou não. As decisões deverão ser formalizadas em atas de reuniões, devendo ser mencionadas e refletir nos relatórios de atividades mensais.

Quando da conclusão de uma Ordem de Serviço, a CONTRATADA deverá formalizar junto à CONTRATANTE, a devida conclusão.

Os Relatórios de Atividades Mensais deverão seguir o padrão definido pela CONTRATANTE, devendo conter no mínimo, os seguintes itens: No. Do Contrato, No. Da Ordem de Serviço, Grupo de Tarefas, Tarefas, UST prevista na Ordem de Serviço, UST realizada, Andamento das tarefas, Data de início, Data de término prevista, Data de término realizada, pendências que impactam a não conclusão da  tarefa,  responsabilidade  pela execução.

O Relatório de Atividades Mensal será aferido pela CONTRATANTE, podendo o relatório ser aprovado integralmente, aprovado com glosa ou recusado.

Após aprovação do Relatório de Atividades Mensal pelo Gestor do Contrato, a CONTRATADA poderá realizar o devido faturamento, tendo como base o percentual total autorizado.

DO ORÇAMENTO ESTIMATIVO

A planilha de orçamento estimativo seguirá o modelo abaixo:

Lote

Item

Bem/Serviço

Métr.

Qtde.

Valor Unitário

Valor Total

(R$)

 

 

 

LOTE 01 –

Sistemas de Informação

01

Serviços de Analise de Sistemas

USTe

9.956,41

171,97

1.712.203,83

02

Serviços de Implementação

USTe

9.387,66

167,50

1.572.433,05

03

Serviços de Arquitetura de Sistemas de Informação

USTe

1.194,97

175,45

209.657,49

04

Serviços de Análise, Implementação e Arquitetura de Datawarehousing e Business Intelligence

USTe

2.237,42

187,41

419.314,88

 

05

Serviços de Gerenciamento de Projetos em Sistemas de Informação

USTe

903,52

193,37

174.713,66

VALOR TOTAL LOTE 01:

4.088.322,91

 

 

 

LOTE 02–

Infra- estrutura Tecnológica

06

Serviços de Administração de Sistemas de

Segurança da Informação

USTi

1.632,34

128,44

209.657,75

07

Serviços de Administração de Banco de Dados

USTi

3.175,30

143,06

454.258,42

08

Serviços de Apoio e Atendimento a Usuários de Computador e Cabeamento

Lógico Estruturado

USTi

10.135,10

120,67

1.223.002,52

 

09

Serviços Elétricos e de Cabeamento Elétrico Estruturado

USTi

2.450,42

114,08

279.543,91

10

Serviços de Gerenciamento de Projetos em Infraestrutura

USTi

2.526,60

138,30

349.428,78

VALOR TOTAL LOTE 02:

2.515.891,38

 

VALOR TOTAL DOS LOTES 01 e 02:

6.604.214,29

A empresa licitante deverá apresentar planilha de orçamento estimativo, conforme tabela I deste Termo de Referência.

No orçamento estimativo a ser apresentado, a CONTRATADA deverá incluir as despesas necessárias à execução do objeto, inclusive custos de deslocamento para a sede da CONTRATANTE, alimentação, hospedagem, materiais a serem utilizados, equipamentos, mão-de-obra, encargos trabalhistas e previdenciários, fretes, impostos e taxas de qualquer espécie, tributos em geral e quaisquer outros encargos que incidam  ou venham a incidir sobre a execução do serviço e seus preços.

A proposta deverá conter a especificação clara e completa da solução ofertada e prestação dos serviços, obedecida a mesma ordem constante do Termo de Referência relacionado, sem conter alternativas de preços ou qualquer outra condição que induza o julgamento a ter mais de um resultado.

O prazo de validade da Proposta não deve ser inferior a 60 (sessenta) dias, a contar da data de sua apresentação.

Os preços unitário e total deverão estar de acordo com os preços praticados no mercado, conforme estabelece o art. 43, inciso IV, da Lei nº 8.666/93, em algarismo e por extenso, expresso em moeda corrente nacional (R$), considerando as especificações constantes no Termo de Referência.

A empresa licitante melhor colocada na fase de lances deverá apresentar planilhas de composição de custos para os serviços a serem licitados, compondo o valor da USTi/USTe, apresentado na proposta, bem como, composições de custo, conforme modelo na tabela II deste Termo de Referência.

Sobre as planilhas de composição de custos:

As planilhas de composição de custos relativos aos serviços a serem contratados são meramente estimativas, cabendo à licitante preenchê-las e apresentá-las em conformidade com a sua realidade e com os dispositivos do Termo de Referência e edital.

Caso a licitante apresente encargos ou insumos distintos dos constantes  no  tabela  II deste Termo de Referência, bem como percentuais diferentes dos aqui estabelecidos, deverá encaminhar planilha de composição de custos, com os referidos encargos ou insumos.

A planilha com a média dos valores apresentados nos orçamentos estimativos obtidos pela SES/RJ em pesquisas de mercado segue na tabela I deste Termo de Referência.

DOS CRITÉRIOS DE PAGAMENTO

A CONTRATANTE deverá pagar mensalmente à CONTRATADA o valor total referente aos serviços efetivamente prestados no período, devidamente atestado pelo gestor do contrato.

O desconto correspondente às penalidades será subtraído da fatura do mês subsequente à sua apuração.

DO HORÁRIO DE EXECUÇÃO

Os serviços, salvo em casos excepcionais, deverão ser prestados no horário de funcionamento da CONTRATANTE.

Poderá haver necessidade de execução de serviços fora do horário  estabelecido,  em finais de semana e em feriados, em razão de aumento de demanda ou fato que o justifique, tais como manutenções programadas, antecipação de prazos de entrega, implementação de rotinas que necessitem de paralisação dos serviços, depuração de erros críticos, entre outros.

As atividades que demandam qualquer tipo de serviço que podem gerar impacto no funcionamento da CONTRATANTE e/ou de seus sistemas de negócio deverão ser executadas prioritariamente fora do horário normal de expediente, bem como ser planejada para causar o menor impacto possível ao desempenho das atividades da mesma.

NÍVEL MÍNIMO DE SERVIÇO, INFRAÇÕES E PENALIDADES

A apuração do Nível Mínimo de Serviço se dará por meio do cronograma de entrega das tarefas através da utilização de ferramentas e acompanhamento na execução das Ordens de Serviço (conforme OSs item 16.1 acima).

Para a apuração dos Níveis Mínimos de Serviço exigidos nas tarefas, não serão considerados os períodos de indisponibilidades justificadas, desde que não seja  ocasionado  pela falta de pro atividade ou por inércia da CONTRATADA.

Os chamados para atendimento por meio das Ordens de Serviço poderão ser escalados para níveis mais altos ou mais baixos de severidade, de acordo com a necessidade da CONTRATANTE.

Se ocorrer uma situação de emergência, por exemplo, consistindo em uma indisponibilidade de algum serviço para o qual já está vigente uma Ordem de  Serviço,  é esperado que o atendimento e o restabelecimento do serviço sejam feitos de imediato sem a necessidade de nova Ordem de Serviço.

Quando os serviços solicitados nos chamados dependerem de outras equipes da CONTRATANTE, que não a da CONTRATADA, os prazos serão suspensos a partir do encaminhamento, voltando à contagem tão logo sejam devolvidos pela área  responsável acionada.

A obrigação de execução da tarefa ocorrerá quando a CONTRATADA receber a Demanda de USTs previamente autorizada pela CONTRATANTE e em concordância com os padrões e processos definidos neste documento e nos procedimentos internos da CONTRATANTE.

Todas as tarefas deverão ser realizadas de acordo com as  recomendações e boas  práticas dos fabricantes e do mercado.

Nos casos excepcionais, em que a CONTRATADA não consiga executar a Ordem de Serviço conforme a condição demandada, por motivos de dependência de alguma  ação  da própria CONTRATANTE ou por motivos de força maior, deverá comunicar  ao Gestor do Contrato por escrito e com antecedência, apresentando os fatos e motivos que impedem sua execução, cabendo a CONTRATANTE avaliar a admissibilidade das justificativas.

Após a execução das tarefas da Ordem de Serviço, a CONTRATADA deverá obter da CONTRATANTE a formalização do encerramento da mesma.

A Ordem de Serviço será encerrada quando todos os objetivos propostos forem plenamente atingidos e os produtos/serviços realizados/entregues com a qualidade  demandada e devidamente atestados pelo Gestor do Contrato ou outro servidor para isso designado; exceto se autorizado o encerramento parcial pelo Gestor do Contrato.

Para efeito de aplicação de penalidades às infrações cometidas pela  CONTRATADA e seus profissionais na prestação dos serviços, foram atribuídos graus de severidade, conforme relacionados na tabela a seguir:

Tabela de multas por grau de infração

Grau

Correspondência

01

0,2% sobre o valor da ordem de serviço

02

0,4% sobre o valor da ordem de serviço

03

0,8% sobre o valor da ordem de serviço

04

1,6% sobre o valor da ordem de serviço

05

3,2% sobre o valor da ordem de serviço

06

4,0% sobre o valor da ordem de serviço

07

8,0% sobre o valor da ordem de serviço

As infrações relacionadas na tabela a seguir, servirão de parâmetro para a avaliação dos serviços prestados pela CONTRATADA:

Tabela de Infração

Item

Descrição da infração

Grau

01

Permitir situação que crie a possibilidade de causar dano físico, lesão corporal  ou consequências letais, por ocorrência e por dia.

06

02

Fraudar, manipular ou descaracterizar indicadores/ metas de níveis de serviço por quaisquer subterfúgios, por indicador/meta de nível de serviço manipulado.

06

03

Suspender ou interromper, salvo motivo de força maior ou caso fortuito, os serviços contratuais, por serviço e por dia.

05

 

04

Manter empregado sem a qualificação exigida para executar os serviços contratados, por empregado e por dia.

05

05

Permitir a presença de empregado sem crachá e/ou sem uniforme, com uniforme sujo, manchado ou mal apresentado, por empregado e por dia.

01

06

Recusar-se a executar serviço determinado pelo gestor do contrato, por serviço e por dia.

03

07

Deixar de zelar pelas máquinas, equipamentos e instalações da CONTRATANTE utilizados, por ocorrência e por dia.

02

08

Deixar de cumprir determinação formal ou instrução do gestor do contrato, por ocorrência e por dia.

03

09

Deixar de iniciar a execução dos serviços dentro do prazo

previsto, por dia de atraso, previstos no cronograma de entrega das tarefas.

04

10

Deixar de fornecer todas as ferramentas necessárias à execução dos serviços a que se refere este Termo de referência, por ocorrência e por dia.

02

11

Deixar de promover treinamento e atualização dos empregados que prestam serviços para a CONTRATANTE, de acordo com  as  necessidades dos  serviços e  sempre  que o gestor do contrato entender conveniente à adequada execução dos serviços prestados, inclusive no caso de atualização Tecnológica do Ambiente de TI da CONTRATANTE, por empregado e por dia.

02

 

 

12

Deixar de substituir, imediatamente, qualquer integrante da equipe que tenha apresentado comportamento inconveniente ou inadequado na execução dos serviços ou ainda, cujo desempenho não corresponda às suas qualificações curriculares, por empregado e por dia.

03

13

Deixar de cumprir prazos do cronograma, referentes às fases previstas na OS.

04

14

Deixar de cumprir quaisquer dos itens do Edital, Termo de Referência e de suas tabelas não previstos nesta tabela de multas, por ocorrência.

03

15

Descumprir o prazo final dos serviços previstos no cronograma de entrega das tarefas, por dia de atraso e por serviço.

07

16

Terceira devolução de produto ou serviço que não atenda os requisitos de qualidade da OS executada.

07

Quando da reincidência, formalmente notificada, de uma infração por 1 (um) mês subsequente, a multa estipulada para tal infração será cobrada em dobro. Considera-se reincidência a ocorrência de uma mesma infração em meses subsequentes.

As penalidades acima mencionadas serão aplicadas sem prejuízo das demais  penalidades previstas neste Termo de Referência ou na legislação vigente.

DESCRIÇÃO GERAL DE ATIVIDADES

A DESCRIÇÃO GERAL DE ATIVIDADES visa estabelecer e caracterizar os serviços comumente realizados nos setores de Tecnologia da Administração Estadual a serem remunerados em Unidades de Serviço Técnico em  Engenharia de Software – USTe e Unidades de Serviço Técnico em Infraestrutura Técnica – USTi.

Unidades de Serviço Técnico em Engenharia de Software – USTe – Lote 01:

Atividades de Suporte de Sustentação de Software - Correspondem às atividades de suporte especializado aos usuários, realizado pela equipe técnica de sustentação de software. Também incluem as atividades periféricas do processo de desenvolvimento, mas totalmente integradas à manutenção de sistemas, como, por exemplo, a administração de ferramentas de desenvolvimento;

Atividades de Teste de Software - Correspondem às atividades de planejamento, especificação, execução e registro dos resultados de testes de software;

Atividades de Gestão e Administração de Dados - Correspondem às atividades relacionadas à modelagem de dados, suporte  especializado  aos  usuários,  realizado pela equipe técnica de sustentação de software. Também incluem as atividades periféricas do processo de  desenvolvimento,  mas totalmente integradas à  manutenção de sistemas, como, por exemplo, a administração de ferramentas de desenvolvimento;

Atividades de Datawarehouse e Business Intelligence - Atividades relativas  à manutenção e sustentação de  soluções  de  Business  Intelligence  e  Datawarehouse,  as quais incluem desde a fase de elaboração  dos  requisitos,  regras,  indicadores, design, mapas ETL, especificação  e construção  da  camada  OLAP, até a implantação e sustentação da solução;

Atividades de Modelagem e Automação de Processos - Corresponde às atividades de desenho de processos, nas abordagens AS-IS e TO-BE, análise de processos, levantamento de atributos e regras de negócio para subsidiar a automatização do processo e automatização de processos propriamente ditas;

Atividades de Análise de Sistemas -  Corresponde  à  identificação  de  necessidades para elaboração do modelo conceitual do sistema, se estendendo pelo estudo de viabilidade técnica e levantamento de requisitos que atendam ao negócio;

Atividades de Implementação - Atividades relativas à construção, manutenção e sustentação de sistemas de informação, incluindo a gestão da ferramenta de CMS, construção de estruturas e modelos de conteúdo e desenvolvimento de portais;

Atividades de Manutenção Corretiva -  correspondem  àquelas  de  correção  de problemas que incluem atividades relativas à manutenção e  sustentação  de  sistemas  de informação;

Atividades de integração - Atividades de realização de  integração  da  Solução  de TI com sistemas externos e legados, respeitando normas e padrões de  integração ou regras definidas entre as partes interessadas; realização de manutenção adaptativa quando da necessidade de adição de novas funcionalidades visando adequação do sistema a novas realidades, implementação de novos serviços,  criação de procedimentos e controles, estudo de viabilidade e desempenho, ajustamento de processos e de serviços, realinhamento de atividades e serviços para modelos de  práticas adotadas, automatização de atividades; consultoria de  inteligência para gestão estratégica, coleta dos dados organizacionais, análise de dados amostrados e cruzamento de informações  referentes  ao  negócio;  levantamento  de  informações como metodologia, arquitetura de dados e do ambiente e de indicadores do negócio;

Atividades de Gerenciamento de Projetos - contempla serviços de apoio à definição, melhoria e institucionalização de metodologias de gestão de projetos, assim como ao acompanhamento do portfólio, dos programas e dos projetos desenvolvidos. Consiste também na extração de relatórios gerenciais para o acompanhamento dos projetos e implementação de novas soluções;

Transferência de Conhecimento - Envolve atividades relacionadas ao treinamento e capacitação de usuários no utilização dos sistemas de  informação da instituição, como a elaboração de programa e material  didático,  produção  de  conteúdo, elaboração de vídeos de treinamento e realização de treinamento nas instalações da CONTRATANTE ou em local que esta indicar.

Unidades de Serviço Técnico em Infraestrutura Técnica – USTi- Lote 2:

Atividades de Análise de Suporte de Redes e Segurança da Informação - serviços de análise de suporte, para administração de rede de computadores e segurança e integridade das informações, envolvendo: serviços de analise de suporte, para administração de sistemas operacionais Unix, AIX, Linux, Windows e serviços de diretório, inclusive LDAP e Microsoft Active Directory, administração de sistemas operacionais em equipamentos de grande porte, administração  de  firewall, roteadores, com vistas a evoluir e manter a continuidade  dos  serviços de infraestrutura em operação dentro de parâmetros  estabelecidos pela CONTRATANTE, considerando o alinhamento com as necessidades de negócio e estratégias de TI;

Atividades de Análise de Suporte em Banco de Dados - serviços de  análise  de  suporte, para administração de banco de dados, SQLServer, MySQL, Postgre, Oracle, DB2 ou ADABAS, provendo rotinas operacionais e de apoio (backup, restore, tunning, segurança de dados, dentre outras);

Atividades de Suporte Técnico em Computador – serviços de procedimentos operacionais, apoio na configuração de perfis de usuários e controle de acesso à rede de comunicação de dados e na utilização de recursos de informática, estações de trabalho, software básico, aplicativos, sistemas internos, atendimento de usuários, abertura de chamados técnicos, instalação e manutenção de rede lógica de dados;

Atividades de Instalação, Manutenção e Suporte à rede elétrica estruturada – serviços de procedimentos operacionais de apoio à atendimento de usuários, abertura de chamados técnicos direcionados ao serviço, instalação e manutenção de rede elétrica estruturada de baixa voltagem, bem como seus ativos;

Transferência de Conhecimento - Envolve atividades relacionadas ao treinamento e capacitação de usuários na utilização dos sistemas de  informação  da  instituição,  como a elaboração de programa e  material  didático,  produção  de  conteúdo,  elaboração de vídeos de treinamento e realização de treinamento nas instalações da CONTRATANTE ou em local que esta indicar;

Configuração e gerenciamento de elemento ativos de rede, como Firewall (fisico ou lógico), routers, hubs, acess  points,  bridges,  servidores,  apliances  de  balanceamento de carga, elementos passsivos, como UPSs, movimentação de calhas, réguas e patch panel’s.

Atividades por Solicitação de Serviços - Os serviços que estiverem no escopo do objeto contratado, mas que poderão não aparecer relacionados no Catálogo de Serviços, poderão ser demandados à CONTRATADA por meio de  solicitação  de serviço e atendidos mediante ordem  de serviço derivada de um plano de trabalho apresentado pela CONTRATADA e aprovado pelo CONTRATANTE.

Caso seja demandada atividade de engenharia reversa de software,  para  fins  de definição da quantidade de USTe a ser paga à CONTRATADA, serão aplicados os mesmos critérios de construção das etapas previstas baseadas em  metodologia de manutenção evolutiva.

A estimativa de tempo em que o profissional da empresa CONTRATADA participará de reuniões necessárias para a realização dos serviços previstos neste catálogo será considerada na estimativa de tempo total para a realização  das tarefas, logo, incluído na quantidade de UST remunerada à CONTRATADA para a entrega do produto previsto.

Na primeira realização de um conjunto de atividades não descritas neste catálogo de serviços e demandadas por meio de solicitação de serviços, o plano de trabalho apresentado pela CONTRATADA e aprovado pelo  CONTRATANTE deverá ser rigorosamente acompanhado pelo CONTRATANTE e detalhado pela CONTRATADA de forma que sirva de referência para a incorporação dessas atividades ao catálogo. Nas solicitações de serviços posteriores e de produtos similares, as atividades incorporadas neste catálogo deverão ser consideradas.

A lista de atividades descritas neste Catálogo de Serviço não é exaustiva. As atividades demandadas por meio de solicitação de serviço e que não constam do catálogo de serviço deverão passar a compô-lo, à medida que forem sendo executadas e dimensionadas.

Durante a vigência da execução contratual, o catálogo de serviços poderá ser revisto a qualquer tempo a pedido da CONTRATADA ou do CONTRATANTE, para o saneamento de inconformidades observadas referentes a perfil profissional, detalhamento de atividade, tempo de execução, descrição de produtos ou inclusão de novos itens inerentes ao objeto da  contratação, devendo os ajustes constarem de uma nova versão do catálogo de serviços a ser anexada aos autos do processo.

Os ajustes serão avaliados pelo CONTRATANTE em conjunto com a CONTRATADA e haverá negociação, em que as partes apresentarão  suas  considerações, fundamentando-se nos aspectos para a classificação dos produtos/artefatos quanto ao grau de complexidade, na justa remuneração dos serviços e no interesse público.

DAS MÉTRICAS

USTe – Unidade de Serviço Técnico em Engenharia de Software

Métrica USTe será utilizada para o dimensionamento dos serviços de análise, desenvolvimento, manutenção corretiva/adaptativa e também para todas as atividades periféricas ao processo de manutenção de sistemas, tais como: gestão de configuração, modelagem de negócios voltada a automação, Business Intelligence, Sustentação a Sistemas e Treinamento, que serão mensurados e remunerados utilizando-se a métrica Unidade de Serviço Técnico em  Engenharia de Software (USTe).

Para os serviços demandados em USTe será utilizado o Catálogo de Serviços  do CONTRATANTE, que contém o detalhamento  e definições das atividades  a serem executadas.

O quantitativo de USTe para execução das tarefas demandadas deverá levar  em consideração o esforço e o prazo estimado.

Métrica USTi – Unidade de Serviço Técnico em Infraestrutura Tecnológica

A métrica USTi será utilizada para o dimensionamento dos serviços de implementação, configuração manutenção e sustentação em ambiente de Infraestrutura Tecnológica, tais como: gestão e  configuração  de  ativos  de  rede e segurança, servidores de rede, administração de banco de dados, gestão e manutenção da rede elétrica estruturada, atendimento e suporte de microcomputadores de usuários, manutenção do ambiente, dentre outras atividades.

Para os serviços demandados em  USTi será utilizado o Catálogo de Serviços  do CONTRATANTE, que contém o detalhamento  e  definições das atividades  a serem executadas.

O cálculo das USTis devidas pela execução das atividades, será calculado de forma precisa na emissão da OS, pois uma atividade, conforme descrita na coluna de atividades na planilha de USTis, pode começar com complexidade baixa a acabar com a intervenção do Especialista.

O quantitativo de USTi para execução das tarefas demandadas deverá levar  em consideração o esforço e o prazo estimado.

O esforço de horas para executar o serviço também considerará a série histórica do CONTRATANTE, fundamentada na sua experiência.

CATÁLOGO DE SERVIÇOS

As atividades do catálogo de serviços USTe estão definidas nas tabelas seguintes.

Tabela de catálogo de serviços de USTes - Criação:

Fatores multiplicadores de complexidade

Profissional

Baixa

Média

Inter

Alta

Especialista

Gerente de Projetos

Elaborar Termo de abertura de Projeto

0,5

0,75

1

1,5

2

Elaborar Cronograma

0,8

1,2

1,6

2,4

3

Elaborar backlog do produto

0,5

0,75

1

1,5

2

Elaborar backlog da sprint

0,6

0,9

1,2

1,8

2,4

Analista de Sistemas

Realizar levantamento de requisitos

1,5

2,25

3

4,5

5

Elaborar Documento

0,6

0,9

1,2

1,8

2,4

Elaborar backlog da sprint

0,5

0,75

1

1,5

2

Elaborar Casos de Testes

1

1,5

2

3

4

Criar MER

0,7

1,05

1,4

2,1

2,8

Desenhar protótipo web/desktop

0,7

1,05

1,4

2,1

2,8

Desenhar protótipo móbile

0,7

1,05

1,4

2,1

2,8

Testar CRUD

0,5

0,75

1

1,5

2

Testar CRUD Mobile

0,6

0,9

1,2

1,8

2,4

Analista /Desenvolvedor do BI

Realizar levantamento de requisitos em BI

1,5

2,25

3

4,5

5

Construir modelo de dados multidimensional

1

1,5

2

3

4

Construir ETL em procedures ou ferramentas de ETL

1

1,5

2

3

4

Construir camada semântica

1

1,5

2

3

4

Desenvolver relatório

1

1,5

2

3

4

Desenvolver painel

1,5

2,25

3

4,5

5

Instalar ferramenta de BI

1,2

1,8

2,4

3,6

4,2

Atualizar ferramenta de BI

1

1,5

2

3

4

Configurar ferramenta de BI

0,5

0,75

1

1,5

2

Suporte técnico em ferramenta de BI

1

1,5

2

3

4

Realizar treinamento relacionado às tecnologias de BI

1

1,5

2

3

4

Desenvolvedor

Projetar solução plataforma alta

1

1,5

2

3

4

Desenvolver protótipo com template

1

1,5

2

3

4

Desenvolver protótipo sem template

1

1,5

2

3

4

Desenvolver CRUD ( back-end)

1

1,5

2

3

4

Desenvolver CRUD ( front- end) Mobile

1

1,5

2

3

4

Desenvolver CRUD (front-end) Desktop

1,5

2,25

3

4,5

5

Desenvolvertela de consulta

1

1,5

2

3

4

Desenvolver tela de relatório com tela de consulta

1,5

2,25

3

4,5

5

Desenvolver Batch

1,5

2,25

3

4,5

5

Extração de relatório em banco

1

1,5

2

3

4

Extração de arquivos texto (com layout) do banco de dados

1,5

2,25

3

4,5

5

Desenvolver rotina

0,5

0,75

1

1,5

2

Integrar Sistemas

1

1,5

1

1,5

2

Expor /Consumir serviço

0,5

0,75

1

1,5

2

Criar Serviço

0,8

1,2

1,6

2,4

3

Criar teste caixa preta

0,5

0,75

1

1,5

2

Criar teste caixa branca

0,7

1,05

1,4

2,1

2,8

Arquiteto de Software / Analista de Qualidade

Criar tarefa de automação

0,8

1,2

1,6

2,4

3

Elaborar Documento de Arquitetura de Software com template

0,5

0,75

1

1,5

2

Elaborar Documento de Arquitetura de Software

0,7

1,05

1,4

2,1

2,8

Elaborar arquitetura para projeto com template

0,5

0,75

1

1,5

2

Elaborar arquitetura para projeto sem template com protótipo

funcional

1,5

2,25

3

4,5

5

Consultoria em Arquitetura de Software

0,5

0,75

1

1,5

2

Montar ambiente arquitetural

0,5

0,75

1

1,5

2

Consultoria em Qualidade

1,5

2,25

3

4,5

5

Criar documento de Qualidade de Software

0,5

0,75

1

1,5

2

Merge de versões

0,8

1,2

1,6

2,4

3

Realizar prova de conceito

1,5

2,25

3

4,5

5

Automatizar teste funcional

1

1,5

2

3

4

Realizar treinamento em arquitetura/qualidade de software

1

1,5

2

3

4

Realizar treinamento em ferramenta/tecnologia

0,7

1,05

1,4

2,1

2,8

Criar repositório de projeto

0,2

0,3

0,4

0,6

1,2

Automatizar testes de performance

1

1,5

2

3

4

Criar massa de teste para teste automatizado de performance

1

1,5

2

3

4

Criar massa de teste para teste automatizado funcional

1

1,5

2

3

4

Tabela catálogo de serviços de USTes para Manutenção:

Fatores multiplicadores de complexidade

Profissional

Baixa

Média

Inter

Alta

Especialista

Gerente de Projetos

Manter Cronograma

0,5

0,75

1

1,5

2

Manter backlog do produto

0,3

0,45

0,6

0,9

1,4

Manter backlog da sprint

0,3

0,45

0,6

0,9

1,4

Analista de Sistemas

Manter Documento de Requisitos

0,5

0,75

1

1,5

2

Manter Caso de Testes

0,7

1,05

4,4

2,1

2,8

Manter Modelo de entidades e relacionamento

0,5

0,75

1

1,5

2

Analista /Desenvolvedor do BI

Manter modelo de dados multidimensional

1

1,5

2

3

4

Manter ETL em procedures ou ferramenta de ETL

1

1,5

2

3

4

Manter camada semântica

1

1,5

2

3

4

Manter relatório

1

1,5

2

3

4

Manter painel

0,5

0,75

1

1,5

2

Atualizar ferramenta de BI

1

1,5

2

3

4

Configurar ferramenta de BI

1

1,5

2

3

4

Prover suporte técnico em ferramenta de BI

1

1,5

2

3

4

Administrar acesso das ferramentas de BI e a base de dados DATAMART e/ou DATAWAREHOUSE das ferramentas de BI

1

1,5

2

3

4

Desenvolvedor

Manter CRUD (back-end)

1

1,5

2

3

4

Manter CRUD (front-end) Web

1

1,5

2

3

4

Manter CRUD (front-end) Desktop

1

1,5

2

3

4

Manter CRUD (back-end) Mobile

1

1,5

2

3

4

Manter CRUD (front-end) Mobile

1

1,5

2

3

4

Manter relatório de consulta

1

1,5

2

3

5

Manter relatório

1

1,5

2

3

4

Manter Batch

1

1,5

2

3

4

Manter extração de arquivos do mainframe

1,2

1,8

2,4

3,6

4,3

Manter integração entre sistemas (via banco de dados)

0,5

0,75

1

1,5

2

Manter integração entre sistemas (via arquivo)

0,7

1,05

1,4

2,1

3

Expor serviço de funcionalidade existente

1

1,5

2

3

2

Manter serviço

0,5

0,75

1

1,5

2

Manter teste unitário

0,5

0,75

1

1,5

2

Manter teste de integração

0,5

0,75

1

1,5

3

Arquiteto de Software / Analista de Qualidade

Manter de rotina de automação

1

1,5

2

3

4

Manter documento de Arquitetura de Software

1

1,5

2

3

4

Manter arquitetura para projeto com template padrão

1

1,5

2

3

4

Manter arquitetura para projeto fora do template padrão com protótipo funcional

1

1,5

2

3

4

Alterar documento de qualidade

1

1,5

2

3

4

Manter script de automatização teste funcional

1

1,5

2

3

4

Manter script de automatização teste de performance

0,8

1,2

1,6

2,4

3

Manter repositório de projeto

1

1,5

2

3

4

Manter ambiente de teste

0,6

0,9

1,2

1,8

2,1

Manter massa de teste para automação de teste de performance

0,6

0,9

1,2

1,8

2,1

Manter massa de teste para automação de teste funcional

0,6

0,9

1,2

1,8

2,1

Tabela catálogo de serviços de USTis.:

Fatores multiplicadores de complexidade

Atividade

Baixa

Média

Inter

Alta

Especialista

Gestão de Serviços de Audiovisual

1

2

3

4

5

Acompanhamento e apoio técnico junto a Gestão de Contas de Usuários.

1

2

3

4

5

Administração do Ambiente de usuários

1

2

3

4

5

Administração dos recursos de vídeo conferência

1

2

3

4

5

1

2

3

4

5

Administração e gerenciamento de ambiente virtual

1

2

3

4

5

1

2

3

4

5

Administração e gerenciamento do ambiente Storage

1

2

3

4

5

1

2

3

4

5

Alimentação de conteúdo no site de vídeo conferência e transmissão por streaming.

1

2

3

4

5

1

2

3

4

5

Analisar e efetuar manutenção dos servidores de correio eletrônico

1

2

3

4

5

Analise de cabeçalho, informações de rede, auditoria, bloqueio e/ou liberação dos emails do antispam.

1

2

3

4

5

Apoio na pesquisa de ferramentas de Plataforma Baixa

1

2

3

4

5

Apoio Técnico na Administração dos Servidores que suportam as ferramentas de Monitoramento

1

2

3

4

5

Atualização Automática de Softwares para as Estações/Desktops

1

2

3

4

5

Avaliar estações que receberam a Atualização Automática de Softwares para as Estações/Desktops

1

2

3

4

5

Avaliar, definir e submeter informações pertinentes ao monitoramento do Ambiente Virtualizado

1

2

3

4

5

Avaliar, definir e submeter procedimentos de acompanhamento de crescimento do Ambiente Virtualizado

1

2

3

4

5

Avaliar, definir e submeter regras de agrupamento do Ambiente virtualizado

1

2

3

4

5

Desbloqueio e alteração de senha na rede wireless visitante

1

2

3

4

5

Elaboração de conteúdo e envio de e-mail

1

2

3

4

5

Verificação do serviço SMTP ANTISPAM

1

2

3

4

5

Abertura e Acompanhamento de Chamados de Empresas relacionados a Equipamentos e serviços de Plataforma Baixa

1

2

3

4

5

Administração do Ambiente Virtualizado

1

2

3

4

5

Ajustes do ambiente de Ativos de plataforma baixa a ser monitorado

1

2

3

4

5

Analisar Ambiente Virtualizado

1

2

3

4

5

Analisar e desativar sistemas

1

2

3

4

5

Atualização/Deploy de Aplicação

1

2

3

4

5

Avaliar, definir e submeter regras de backup do Ambiente Virtualizado

1

2

3

4

5

Avaliar, definir e submeter regras/informações de segurança do Ambiente Virtualizado

1

2

3

4

5

Criação de nova instancia de ambiente em linguagem pré definida e especificada na demanda visando a criação de uma instancia e não de um novo servidor

 

1

 

2

 

3

 

4

 

5

Criação de rotina para verificação de disponibilidade de serviço e gerenciamento de recurso

1

2

3

4

5

Criação e Configuração de Discos Rígidos

1

2

3

4

5

Criação ou alteração de Compartilhamento

1

2

3

4

5

Desinstalar ou instalar servidor

1

2

3

4

5

Desligamento e Reativação Total dos Equipamentos do CPD

1

2

3

4

5

Efetuar a correção ou melhoria dos clusters lotados no cliente

1

2

3

4

5

Efetuar configurações de segurança

1

2

3

4

5

Efetuar o desbloqueio de senha ou usuário dos Serviços ou aplicações de responsabilidade da infraestrutura

1

2

3

4

5

Envio de logs das aplicações para o solicitante, por período ou dia especificado

1

2

3

4

5

Expansão de área em Disco

1

2

3

4

5

Instalação de ferramenta ou Produto, solicitado , no ambiente da infraestrutura

1

2

3

4

5

Instalação e Configuração de Desktops (Criação, Alteração, Configuração, Auditoria, manutenção e remoção

1

2

3

4

5

Instalação e Configuração de Servidores de homologação (Criação, Alteração, Configuração, Auditoria, Manutenção e Remoção)

1

2

3

4

5

Instalação e Configuração de Servidores de Produção (Criação, Alteração, Configuração, Auditoria, Manutenção e Remoção)

1

2

3

4

5

Instalação/configuração Local de Agentes de Ferramentas Corporativa

1

2

3

4

5

Instalar Drivers

1

2

3

4

5

Instalar e configurar backup

1

2

3

4

5

Montar e Configurar um Cluster

1

2

3

4

5

Movimentar servidor

1

2

3

4

5

Preparar ambiente

1

2

3

4

5

Realizar shutdown

1

2

3

4

5

Realizar testes do Ambiente Virtualizado

1

2

3

4

5

Receber e analisar demanda relacionada a plataforma baixa

1

2

3

4

5

Reiniciar serviço de cluster

1

2

3

4

5

Revisar procedimentos de Servidores e Serviços de plataforma baixa

1

2

3

4

5

Apoiar / Monitorar Atividade de Serviço Jboss

1

2

3

4

5

Apoiar / Monitorar Atividade de

1

2

3

4

5

Serviço ou Servidor Unix

1

2

3

4

5

Apoiar / Monitorar Atividade de Serviço ou Servidor Windows

1

2

3

4

5

Realizar configuração / manutenção em servidor PHP

1

2

3

4

5

Realizar configuração / manutenção em servidor

1

2

3

4

5

Windows/IIS

1

2

3

4

5

Hospedar Site / Aplicação / Serviço PHP

1

2

3

4

5

Hospedar Aplicação / Serviço / Site/ Sistema Java

1

2

3

4

5

Criar repositório SVN

1

2

3

4

5

Liberação de acesso a repositório SVN

1

2

3

4

5

Reinicio de contexto/aplicação/servidor de ambiente de Homologação

1

2

3

4

5

Reinicio de contexto/aplicação/servidor de ambiente Produção

1

2

3

4

5

Resolver Problemas de acesso a repositório SVN

1

2

3

4

5

Resolver problemas relacionados a Servidor de Aplicação

1

2

3

4

5

Criar Compartilhamento FTP

1

2

3

4

5

Liberar / Remover Acesso em Servidor de Compartilhamento FTP

1

2

3

4

5

Liberar / Remover Acesso em Servidor de Arquivos

1

2

3

4

5

Criar Compartilhamento de Arquivos para Backup

1

2

3

4

5

Resolver Problemas com Servidor de Arquivos (Rede ou FTP)

1

2

3

4

5

Deploy de Aplicação via Entrega Contínua

1

2

3

4

5

Administrar DNS

1

2

3

4

5

Administrar e configurar Impressoras

1

2

3

4

5

Administração de Arquivos

1

2

3

4

5

Instalação física de servidor Linux

1

2

3

4

5

Instalação física de servidor Windows

1

2

3

4

5

Instalação física de servidor com outros sistemas operacionais

1

2

3

4

5

Instalação virtual de servidor com outros sistemas operacionais

1

2

3

4

5

Acompanhamento de POCs e de chamados de empresas fornecedoras

1

2

3

4

5

Remanejamento de equipamentos dentro e entre CPDs

1

2

3

4

5

Criação, configuração e expansão de áreas em discos em storages ou servidores

1

2

3

4

5

Conexão de hosts à SAN ou NAS

1

2

3

4

5

Alteração ou configuração de parâmetros de serviços corporativos

1

2

3

4

5

Desligamento e reativação parcial dos equipamentos de um CPD

1

2

3

4

5

Desligamento e reativação total dos equipamentos de um CPD

1

2

3

4

5

Montagem e configuração de cluster

1

2

3

4

5

Resolução de problemas de usuários em 3º nível

1

2

3

4

5

Resolução de problemas de usuários em 2º nível

1

2

3

4

5

Resolução de problemas de usuários em 1º nível

1

2

3

4

5

Instalação ou atualização de sistema ou software corporativo de baixa complexidade

1

2

3

4

5

Instalação ou atualização de sistema ou software corporativo de média complexidade

1

2

3

4

5

Instalação ou atualização de sistema ou software corporativo de alta complexidade

1

2

3

4

5

Análise de Desempenho de ambiente

1

2

3

4

5

Estudo de ambiente para proposta de implementação de mudança

1

2

3

4

5

Alteração em configuração em sistema ou software corporativo de baixa complexidade

1

2

3

4

5

Alteração em configuração em sistema ou software corporativo de média complexidade

1

2

3

4

5

Alteração em configuração em sistema ou software corporativo de alta complexidade

1

2

3

4

5

Geração de consultas, Inventários e de relatórios estatísticos

1

2

3

4

5

Acompanhar chamados e reportar ao solicitante

1

2

3

4

5

Auxiliar Usuário

1

2

3

4

5

Agrupar problemas para análises

1

2

3

4

5

Apoiar tecnicamente na avaliação de análises criticas sobre SIC

1

2

3

4

5

Apoiar tecnicamente na realização de auditorias de SIC

1

2

3

4

5

Apoio Técnico no Processo de Divulgação da Politica Interna de Segurança

1

2

3

4

5

Apoio Técnico no Processo de Gestão de SIC

1

2

3

4

5

Definir apontamentos de vulnerabilidade para Apoio Técnico em Gestão de Segurança da Informação

1

2

3

4

5

Diagnosticar e propor melhorias a Infraestrutura de Segurança

1

2

3

4

5

Administração do Ambiente Wireless - Administração da solução e alta disponibilidade do Ambiente

1

2

3

4

5

Administração do Ambiente Wireless - Analise de Desempenho de Planejamento do Ambiente

1

2

3

4

5

Administração do Ambiente Wireless - Testes Periódicos

1

2

3

4

5

Apoio na pesquisa de ferramentas de Segurança da Informação e Redes

1

2

3

4

5

Conectividade, continuidade e disponibilidade. Assegurar que os eventos e logs dos equipamentos que compõem a infraestrutura de rede sejam alisados pro ativamente e que erros detectados sejam corrigidos conforme padrão de qualidade adotado

 

1

 

2

 

3

 

4

 

5

Disponibilidade e Funcionamento das Ferramentas de Controle e Segurança

1

2

3

4

5

Efetuar a verificação de lentidão ou indisponibilidade de ambiente informado na demanda

1

2

3

4

5

Alteração em configuração em sistema ou software corporativo de baixa complexidade

1

2

3

4

5

Alteração em configuração em sistema ou software corporativo de média complexidade

1

2

3

4

5

Alteração em configuração em sistema ou software corporativo de alta complexidade

1

2

3

4

5

Geração de consultas, Inventários e de relatórios estatísticos

1

2

3

4

5

Acompanhar chamados e reportar ao solicitante

1

2

3

4

5

Auxiliar Usuário - Baixa Complexidade

1

2

3

4

5

Auxiliar Usuário - Intermediária Complexidade

1

2

3

4

5

Auxiliar Usuário - Mediana Complexidade

1

2

3

4

5

Agrupar problemas para analises

1

2

3

4

5

Apoiar tecnicamente na avaliação de analises criticas sobre SIC

1

2

3

4

5

Apoiar tecnicamente na realização de auditorias de SIC

1

2

3

4

5

Apoio Técnico no Processo de Divulgação da Politica Interna de Segurança

1

2

3

4

5

Apoio Técnico no Processo de Gestão de SIC

1

2

3

4

5

Definir apontamentos de vulnerabilidade para Apoio Técnico em Gestão de Segurança da Informação

1

2

3

4

5

Diagnosticar e propor melhorias a Infraestrutura de Segurança

1

2

3

4

5

Administração do Ambiente Wireless - Administração da solução e alta

disponibilidade do Ambiente

1

2

3

4

5

Administração do Ambiente Wireless - Analise de Desempenho de Planejamento do Ambiente

1

2

3

4

5

Administração do Ambiente Wireless - Testes Periódicos

1

2

3

4

5

Apoio na pesquisa de ferramentas de Segurança da Informação e Redes

1

2

3

4

5

Conectividade, continuidade e disponibilidade. Assegurar que os eventos e logs dos equipamentos que compõem a infraestrutura de rede sejam analisados proativamente e que erros detectados sejam corrigidos conforme padrão de qualidade adotado

 

1

 

2

 

3

 

4

 

5

Disponibilidade e Funcionamento das Ferramentas de Controle e Segurança

1

2

3

4

5

Efetuar a verificação de lentidão ou indisponibilidade de ambiente informado na demanda

1

2

3

4

5

Exclusão de dispositivos na rede wireless corporativa

1

2

3

4

5

Manutenção proativa no sistema de backup

1

2

3

4

5

Remoção de arquivos em rotinas de backup

1

2

3

4

5

Substituir e alimentar as unidades robóticas de Backup e Restore de Servidores e Serviços Corporativos

1

2

3

4

5

Testes de restores das mídias de Backup de Servidores e Serviços Corporativos

1

2

3

4

5

Verificação das comunicações dos troncos E1.

1

2

3

4

5

Verificação das comunicações SIP entre as tecnologias de telefonia

1

2

3

4

5

Verificação do serviço de Antivírus

1

2

3

4

5

Verificar o funcionamento e usabilidade dos ramais críticos

1

2

3

4

5

Apoiar tecnicamente com sugestões de SIC em reuniões

1

2

3

4

5

Abertura e Acompanhamento de Chamados de Empresas dos Ativos de Rede/Segurança e telecom

1

2

3

4

5

Ajustes do ambiente de Ativos de Rede/Segurança a ser monitorado

1

2

3

4

5

Analisar escaneamento e efetuar ações

1

2

3

4

5

Analisar itens de configuração da ferramenta de monitoramento

1

2

3

4

5

Atribuir porta do switch a VLAN específica

1

2

3

4

5

Cabeamento Estruturado

1

2

3

4

5

Configuração de Equipamentos de Rede

1

2

3

4

5

Configurar parâmetros de monitoramento

1

2

3

4

5

Configurar rota no VoiP

1

2

3

4

5

Configuração de ServiçosVoIP

1

2

3

4

5

Configurar VLAN no switch

1

2

3

4

5

Criar trunk (VoiP)

1

2

3

4

5

Criar VLAN

1

2

3

4

5

Definir método de submissão para Apoio Técnico em Gestão Segurança da Informação

1

2

3

4

5

Disponibilidade do Circuito Fechado de TV (CFTV)

1

2

3

4

5

Gerenciamento e analise de pontos de acesso de rede sem fio

1

2

3

4

5

Habilitar porta no switch

1

2

3

4

5

Inclusão de dispositivos na Rede wireless corporativa

1

2

3

4

5

Instalação de Equipamentos de Rede

1

2

3

4

5

Proxy - Liberação/bloqueio de sites

1

2

3

4

5

Receber e analisar demanda relacionada a Segurança e Redes

1

2

3

4

5

Remoção de Switches de um Rack

1

2

3

4

5

Remover e/ou desabilitar ramal

1

2

3

4

5

Renovar tempo de acesso de usuários na rede wireless visitante

1

2

3

4

5

Revisar procedimentos de Segurança e Redes

1

2

3

4

5

VoIP - Alterar informações do ramal

1

2

3

4

5

VoiP - Configuração de chamadas.

1

2

3

4

5

VoIP - Criação de ramal

1

2

3

4

5

VoIP - Remoção de ramal

1

2

3

4

5

VPN - Concessão ou revogação

1

2

3

4

5

VPN - Instalação

1

2

3

4

5

Troubleshooting no ambiente de redes

1

2

3

4

5

Validação de usuários em rede

1

2

3

4

5

Administrar contas de VPN

1

2

3

4

5

Administrar acesso VPN

1

2

3

4

5

Resolver Problemas de

1

2

3

4

5

Funcionamento de VPN

1

2

3

4

5

Resolver Problemas em Link de Comunicação

1

2

3

4

5

Monitoramento de rede

1

2

3

4

5

Ajuste de Configuração em Site/Aplicação Publicado

1

2

3

4

5

Ajustes de Configuração nas Políticas de Antivírus

1

2

3

4

5

Analise de Vulnerabilidade em Site/Aplicação (Pentest)

1

2

3

4

5

Configuração de Ativos de Rede Layer 2 e 3

1

2

3

4

5

Administrar VPN Site-to-Site

1

2

3

4

5

Liberar Acesso em Firewall/Roteador

1

2

3

4

5

Liberar/Alterar Acesso Roteador(Acls)

1

2

3

4

5

Monitorar Trafego de Rede, Firewall

1

2

3

4

5

Publicação de Site/Aplicação na Internet

1

2

3

4

5

Priorizar serviços (QoS) em link de dados

1

2

3

4

5

Ajustes e configuração em Balanceador de Links, sites e aplicações

1

2

3

4

5

Alterar Perfil de Acesso a Internet

1

2

3

4

5

Liberar Endereço de Internet que Possui Bloqueio ou Restrição de Segurança

1

2

3

4

5

Monitoramento - Criar ou Alterar Robô de Monitoramento

1

2

3

4

5

Redes - Alocar ou Desalocar IPs

1

2

3

4

5

Segurança - Homologação de Servidores

1

2

3

4

5

Analisar e verificar Bloqueio em Firewall de Aplicação Web

1

2

3

4

5

Resolução de problemas de usuários em 2º nível

1

2

3

4

5

Resolução de problemas de usuários em 3º nível

1

2

3

4

5

Resolução de problemas de usuários em 1º nível

1

2

3

4

5

Instalação ou atualização de sistema ou software corporativo de baixa complexidade

1

2

3

4

5

Instalação ou atualização de sistema ou software corporativo de média complexidade

1

2

3

4

5

Instalação ou atualização de sistema ou software corporativo de alta complexidade

1

2

3

4

5

Geração de consultas, Inventários e de relatórios estatísticos

1

2

3

4

5

Acompanhar chamados e reportar ao solicitante

1

2

3

4

5

Apoio Técnico na Inclusão, Remoção, Alteração de Itens de Configuração (IC's) nas Ferramentas de Monitoramento.

1

2

3

4

5

Disponibilidade dos Serviços de Infraestrutura para Aplicações Web

1

2

3

4

5

Elaborar relatório de incidentes

1

2

3

4

5

Monitorar Ativos

1

2

3

4

5

Pesquisar e analisar melhor configuração do monitoramento

1

2

3

4

5

Suporte a agentes de monitoramento

1

2

3

4

5

Auxiliar Usuário - Baixa Complexidade

1

2

3

4

5

Auxiliar Usuário - Intermediária Complexidade

1

2

3

4

5

Analisar dados afetados na manutenção da base corporativa

1

2

3

4

5

Analisar demanda para manutenção da base corporativa

1

2

3

4

5

Geração de script através de Ferramenta CASE

1

2

3

4

5

Efetuar Manutenção dos dados da base corporativa

1

2

3

4

5

Engenharia reversa através de Ferramenta CASE

1

2

3

4

5

Gerar ou corrigir script e executá-lo

1

2

3

4

5

Execução de Procedures

1

2

3

4

5

Manutenção de usuários de banco de dados

1

2

3

4

5

Analisar dados gerados

1

2

3

4

5

Avaliar processos em execução

1

2

3

4

5

Criação de Novo Schema

1

2

3

4

5

Criar comando de seleção e filtro de dados

1

2

3

4

5

Criar Objeto no Banco de dados

1

2

3

4

5

 Atualizar Banco de Dados

1

2

3

4

5

Definição da forma de criação de banco

1

2

3

4

5

Definir tabelas e campos para

1

2

3

4

5

Apoio Técnico em Gestão de SI

1

2

3

4

5

Definir transação para Apoio Técnico em Gestão de Segurança da Informação

1

2

3

4

5

Descarregar dados

1

2

3

4

5

Efetuar testes de conectividade do banco

1

2

3

4

5

Execução de carga/import de dados

1

2

3

4

5

Exportação de estrutura/dados de schema ou tabelas

1

2

3

4

5

Instalação e configuração de banco de dados

1

2

3

4

5

Interromper instancias de banco de dados

1

2

3

4

5

Liberação ou remoção de acesso ao banco de dados

1

2

3

4

5

Acesso a objetos em ambiente de desenvolvimento e homologação

1

2

3

4

5

Acesso de leitura às tabelas em ambiente de produção

1

2

3

4

5

Criar database MySQL

1

2

3

4

5

Criar database PostGres

1

2

3

4

5

Copiar dados entre ambientes de banco de dados

1

2

3

4

5

Criar/alterar objetos em ambiente de homologação

1

2

3

4

5

Criar/alterar objetos em ambiente de produção

1

2

3

4

5

Autorizar Debug no ambiente de homologação – Oracle

1

2

3

4

5

Executar SQL no ambiente de homologação

1

2

3

4

5

Executar SQL no ambiente de produção

1

2

3

4

5

Fazer backup de dados

1

2

3

4

5

Fazer restore de dados

1

2

3

4

5

Monitorar execução de aplicação

1

2

3

4

5

Suporte no desenvolvimento ouotimização de SQL

1

2

3

4

5

Verificar erro no banco de dados gerado na execução de aplicação

1

2

3

4

5

Geração de consultas, Inventários e de relatórios estatísticos

1

2

3

4

5

Acompanhar chamados e reportar ao solicitante

1

2

3

4

5

Analisar dados afetados na manutenção da base corporativa

1

2

3

4

5

Analisar demanda para manutenção da base corporativa

1

2

3

4

5

Analisar viabilidade do modelo

1

2

3

4

5

Efetuar Manutenção dos dados da base corporativa

1

2

3

4

5

Engenharia reversa através de ferramenta case

1

2

3

4

5

Analisar cardinalidade

1

2

3

4

5

Analisar dados gerados

1

2

3

4

5

Analisar relacionamentos entre tabelas

1

2

3

4

5

Criação de Novo Schema

1

2

3

4

5

Criar comando de seleção e filtro de dados

1

2

3

4

5

Definir tabelas e campos para Apoio Técnico em Gestão de Segurança da Informação

1

2

3

4

5

Avaliar Qualidade de Dados

1

2

3

4

5

Organizar tipos de dados

1

2

3

4

5

Acompanhar chamados e reportar ao solicitante

1

2

3

4

5

Apoio técnico no atendimento ao usuário para dirimir duvidas

1

2

3

4

5

Apoiar Estratégias de Apoio a Decisão

1

2

3

4

5

Levantar Requisites de Soluções Analíticas

1

2

3

4

5

Desenvolver Modelo de Dados -

1

2

3

4

5

Desenvolver Mapeamento Logico de Dados

1

2

3

4

5

Desenhar Treinamento

1

2

3

4

5

Auxiliar Usuário Suporte

1

2

3

4

5

Agrupar problemas para analises

1

2

3

4

5

Acompanhar aquisição

1

2

3

4

5

Homologar Hardware e novas ferramentas para Apoio Técnico em TIC

1

2

3

4

5

Instalação de Ferramenta/Software/Produto

1

2

3

4

5

Instalação e Configuração de Desktops (Criação, Alteração, Configuração, Auditoria, Manutenção e Remoção)

1

2

3

4

5

Apoio técnico no atendimento ao usuário com abertura de requisições

1

2

3

4

5

Desligamento e Reativação Total

1

2

3

4

5

Cabeamento estruturado

1

2

3

4

5

Cabeamento estruturado (Testes)

1

2

3

4

5

Elaboração de projetos elétricos para CPD/Data Center

1

2

3

4

5

Levantamento de materiais para execução de projetos elétricos

1

2

3

4

5

Levantamento de materiais para execução de projetos lógicos

1

2

3

4

5

Instalação e remanejamento de eletrocalhas

1

2

3

4

5

Instalação e remanejamento de eletrocalhas em CPD

1

2

3

4

5

Instalação de armário de telecomunicação

1

2

3

4

5

Testes e manutenção preventiva nobreak no CPD

1

2

3

4

5

Instalar rack

1

2

3

4

5

Instalar ativo de rede em um rack

1

2

3

4

5

Remoção de ativo de rede em um rack

1

2

3

4

5

Elaborar Termo de Abertura de Projeto

1

2

3

4

5

Observação: A tabela acima não é conclusiva, pois podem surgir demandas e atividades não previstas. Observa-se que no modelo de execução de serviços, e as demandas sempre são avaliadas pela contratante antes da autorização de execução pela contratada.

DO PRAZO DE VIGÊNCIA

  1. O prazo de vigência da contratação  será  de  12  (doze)  meses,  contados  a  partir  da  assinatura do contrato, sendo que os serviços de natureza continuada  previstos  nesta contratação, poderão ser prorrogados, por meio de termos aditivos, até o prazo máximo de 60 (sessenta) meses, conforme previsto no inciso II do artigo 57 da lei nº 8.666/93.

VISITA TÉCNICA

As empresas interessadas em realizar visita técnica às instalações das contratantes partícipes, deverão entra em contato com a Gerência de Tecnologia da Informação, telefone  (21)  2333-3970 da SES/RJ.

DOS CRITÉRIOS TÉCNICOS DE HABILITAÇÃO (LOTE 01 e 02)

Atestado(s) de capacidade técnica, fornecido por pessoa jurídica de direito público ou privado, comprovando a capacitação técnico-operacional da licitante (pessoa jurídica), abrangendo a prestação de serviços técnicos especializados em tecnologia da informação, nas áreas de sistemas de informação e infraestrutura tecnológica, para a comprovação da execução de objeto pertinente e compatível ao deste Termo de Referência, com comprovação de execução  de no mínimo:

Para os participantes no lote 01:

23.679,98 USTe - Unidade de  Serviço Técnico em Engenharia de Software;

Atestado de capacidade técnica na elaboração de Diagnóstico do sistema de governança e gestão de serviços de TI, Este documento tem por finalidade demonstrar a situação atual em gestão e  governança de TIC, como referencial o COBIT 5, ITIL 2011 e ISO 20.000;

Atestado de capacidade técnica na prestação de serviços em BI, com elaboração de dashboard para sistemas de apoio à decisão, com o fornecimento de solução de dados estruturados e não estruturados para o desenvolvimento de indicadores e negócio em solução Microsoft e Oracle;

Atestado de capacidade técnica de implementação, em ferramenta de ITSM, open source, preferencialmente o GLPI – (GLPI é uma solução web Open-source completa para gestão de ativos e helpdesk (disponível em www.glpi-project.org) os processos de gerenciamento de incidentes, demandas, problemas, configurações e análise de causa raiz, conforme ITIL 2011;

Atestado de capacidade técnica de Transferência de Conhecimento em Desenvolvimento Seguro de Software;

Atestado de capacidade técnica de desenvolvimento de processo eletrônico com assinatura digital e infraestrutura de criptografia própria sem dependência de tecnologia do ICP Brasil (qualquer quantidade);

Atestado de capacidade técnica em consultoria em modelagem e implantação de solução de gerenciamento de projetos utilizando produtos Microsoft EPM (qualquer quantidade).

Para os participantes no lote 02:

19.919,76 USTi - Unidade de Serviço Técnico  em Infraestrutura Tecnológica;

Atestado de capacidade técnica na prestação de serviços de suporte à infraestrutura de Tecnologia da Informação, em serviços elétricos e de cabeamento estruturado em Datacenter ou sala segura;

Atestado de capacidade técnica de Análise de riscos de segurança da informação, baseada na NBR/ISO IEC 27001/27002; Este produto deverá identificação de riscos e avaliação dos possíveis danos que podem ser causados, a fim de justificar os controles de segurança. Deverá atingir três objetivos principais: identificar riscos, quantificar o impacto de possíveis ameaças e propor um equilíbrio financeiro entre o impacto do risco e o custo da contramedida;

Atestado de capacidade técnica em elaboração de BIA – Bussines Impact Analisys – Análise de Impacto ao Negócio - Este  tem  por  finalidade apresentar todos os prováveis impactos de forma Qualitativa e Quantitativamente dos principais processos de negócios mapeados e entendidos na organização, no caso de interrupção  dos  mesmos,  seus  tempos necessários para o menor impacto ao negócio, RPO (Recovery Point Objective), RTO (Recovery Time Objective)  e  o  MTPD  (Most  Tolerable  Period of Disruption), baseado na BS 25999-1 e 2;

Atestado de capacidade técnica em suporte, Implantação e melhoria de sistemas operacionais Linux, Ms windows 7/XP/8/10, MS Windows Server 2000 a 2012;

Atestado de capacidade técnica em configuração e gerenciamento em appliance BIG IP – F5 Networks;

Atestado de capacidade técnica de apoio a Apoio a elaboração de Política de Segurança da Informação, com elaboração de normas de segurança da informação, referenciadas pela ISO 27001/27002;

Atestado de capacidade técnica em consultoria em modelagem e implantação de solução de gerenciamento de projetos utilizando produtos Microsoft (EPM) (qualquer quantidade);

Atestado de capacidade técnica em suporte, implantação e melhoria de Banco de dados Oracle e SQL.

O licitante disponibilizará todas as informações necessárias à comprovação da legitimidade dos atestados apresentados.

Quando o atestado for emitido por pessoa jurídica de direito privado, o mesmo deverá obrigatoriamente ter a assinatura do responsável autenticada em cartório de registro.

Os atestado(s) de capacidade técnica poderá(ão) ser objeto de diligência a critério do órgão CONTRATANTE, para a verificação da autenticidade de seu conteúdo.

DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATANTE

Designar um servidor para acompanhar a execução e fiscalizar a prestação dos serviços, objeto deste Termo de Referência.

Promover o acompanhamento e fiscalização da execução do objeto do presente instrumento contratual, sob o aspecto quantitativo e qualitativo, anotando em registro em registro próprio as falhas detectadas.

Promover o cadastramento dos servidores definindo o nível de acesso, bem como responsabilizar-se pela troca da senha, em caso de desligamento, férias ou alteração de departamentos.

Acompanhar e fiscalizar os serviços, quanto aos aspectos qualitativos e quantitativos, anotando em registro próprio as falhas e solicitando as medidas corretivas.

Comunicar prontamente a CONTRATADA qualquer anormalidade na execução do objeto, podendo recusar o recebimento, caso esteja de acordo com as especificações e condições estabelecidas no presente contrato e no Termo de Referência.

Fornecer a CONTRATADA todo tipo de informação interna essencial à realização dos fornecimentos.

Conferir toda a documentação técnica gerada e apresentada durante a execução do objeto, efetuando o seu atesto, quando a mesma estiver em conformidade com os padrões de informação e qualidade exigidos.

Homologar os fornecimentos executados quando os mesmos estiverem de acordo com o especificado neste contrato e no Termo de Referência.

Prestar à CONTRATADA informações e esclarecimentos que venham a ser solicitados.

Homologar os fornecimentos executados quando os mesmos estiverem de acordo com o especificado no Termo de Referência.

Aplicar à CONTRATADA as sanções administrativas regulamentares e contratuais cabíveis.

Selecionar e convocar os servidores que participarão das reuniões de apresentação da solução e os responsáveis pela validação de requisitos e parametrizações necessárias para atender as especificidades da CONTRATANTE.

Selecionar e convocar os servidores que participarão dos treinamentos e da operação assistida da solução, bem como permitir acesso aos técnicos da CONTRATADA ao ambiente em que tais servidores estiverem localizados.

Disponibilizar toda a infraestrutura de software e hardware necessária para a implantação da solução, incluindo o sistema gerenciador de banco de dados.

Disponibilizar o local, mobiliário, equipamentos necessários à adequada prestação deste serviço (computadores, impressoras etc.) e ramal telefônico.

Proporcionar todas as facilidades para a CONTRATADA executar o fornecimento do objeto do presente Contrato, permitindo o acesso dos profissionais da CONTRATADA as suas dependências (mediante autorização prévia) necessários à execução dos serviços. Esses profissionais ficam sujeitos a todas as normas internas da CONTRATANTE, principalmente as de segurança, inclusive aquelas referentes á identificação, trajes, trânsito e permanência em suas dependências, respeitadas as disposições legais, regulamentares e a Política de Segurança da Informação da CONTRATANTE.

Efetuar o pagamento à CONTRATADA, de acordo com o estabelecido neste instrumento.

DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA

Iniciar a prestação dos serviços em conformidade com as exigências deste Termo de Referência. Prestar os serviços e fornecimentos nas condições e prazos estipulados neste Termo de Referência.

Prestar todos os esclarecimentos técnicos que lhe forem solicitado pela CONTRATANTE, relacionados com os serviços objetos deste.

Manter durante toda a execução do contrato, em compatibilidade com as obrigações assumidas, todas as condições de habilitação e qualificação exigida.

Reportar a CONTRATANTE qualquer anormalidade ou erro que possa comprometer a regular execução do contrato.

A CONTRATADA responsabilizar-se-á por quais danos causados a CONTRATANTE, ou a terceiros, por ação ou omissão de seus empregados, ou preposto, decorrente da execução do ajuste.

A CONTRATADA deverá executar os serviços conforme especificações do Termo de Referência e de sua proposta, com a alocação dos empregados necessários ao perfeito cumprimento das clausulas contratuais.

A CONTRADADA deverá cumprir e responsabilizar-se pelo cumprimento, por parte da sua mão de obra, além dos postulados legais, vigentes de âmbito federal, estadual ou municipal das normas de segurança e normas disciplinares internas da CONTRATANTE.

A CONTRATADA deverá comunicar incontinenti à CONTRATANTE qualquer anormalidade verificada durante a execução dos serviços.

Transferir o conhecimento e documentação dos sistemas de informação para o corpo técnico e os usuários da CONTRATANTE.

Responsabilizar-se por todas e quaisquer despesas, em especial de natureza previdenciária, fiscal, trabalhista ou civil, bem como, emolumentos, ônus ou encargos de qualquer espécie e origem, incluída a alimentação, transporte na cidade de Goiânia ou outro benefício dos profissionais, pertinentes à execução deste objeto.

A CONTRATADA deverá indicar formalmente um preposto que terá a incumbência de controlar os empregados envolvidos na execução dos serviços e encaminhar as tratativas decorrentes das ordens de serviço emitidas pela CONTRATANTE e das providências solicitadas pela fiscalização  do contrato.

A CONTRATADA deverá instruir seu preposto quanto à necessidade de acatar as orientações da fiscalização do contrato, inclusive quanto ao cumprimento das normas internas.

A CONTRATADA deverá arcar com o ônus decorrente de eventual equivoco no dimensionamento dos quantitativos de sua proposta, devendo complementá-los caso o previsto inicialmente em sua proposta não seja satisfatório para o atendimento ao objeto do contrato.

Devido à importância estratégica para a eficiente operação e de qualificação técnica, durante a vigência do contrato e suas prorrogações, a remuneração bruta mensal dos profissionais que prestarão os serviços á CONTRATANTE deverá obedecer aos valores praticados pelo mercado.

Assumir todos os encargos de eventuais demandas trabalhistas, cível ou penal relacionados aos serviços, originariamente ou vinculadas por prevenção, conexão ou continência, cuja inadimplência não transfere responsabilidade à Administração Estadual.

A CONTRATADA é responsável, em relação aos seus empregados, por todas as despesas decorrentes da execução dos serviços, tais como: salários, seguros de acidentes, taxas, impostos e contribuições previdenciárias e sociais.

Providenciar a correção das deficiências apontadas pela CONTRATANTE na execução dos serviços contratados.

A CONTRATADA se compromete a guardar inteiro sigilo dos serviços contratados e dos dados processados, bem como de todas e quaisquer metodologias, processos, políticas, programas e sistemas desenvolvidos, incluindo sua documentação, reconhecendo serem esses de propriedade e uso exclusivo do CONTRATANTE, sendo vedada a sua cessão, locação ou transferência a terceiros, a qualquer título.

A CONTRATADA compromete-se a manter em caráter confidencial, mesmo após eventual rescisão do contrato, todas as informações relativas a política de segurança adotada pela CONTRATANTE, configurações de hardware e software decorrentes, processos de instalação, configuração e customização de produtos, ferramentas, equipamentos e dados.

A CONTRATADA compromete-se a não veicular publicidade acerca dos serviços contratados, sem prévia autorização, por escrito, do CONTRATANTE.

Respeitar os direitos autorais, intelectuais, morais e comerciais da CONTRATANTE em relação aos produtos desenvolvidos e mantidos. A CONTRATADA se compromete a não doar, ceder, vender ou redistribuir os produtos e seus artefatos. Os direitos autorais, intelectuais, morais e comerciais dos produtos desenvolvidos e seus artefatos serão de propriedade da CONTRATANTE.

Os produtos deverão ser elaborados, fabricados, mantidos ou evoluídos de maneira a permitir sua perfeita integração aos sistemas de informação, sítios e portais existentes no ambiente da CONTRATANTE, buscando a eliminação de redundâncias, a integridade das informações e o reuso de objetos, classes e componentes.

Utilizar, para execução dos serviços, os profissionais indicados para fins da comprovação da sua capacitação técnico operacional, na habilitação, com o compromisso de atualizá-los nas novas versões que forem lançadas pelos fabricantes, admitindo-se a substituição por profissionais de experiência equivalente ou superior, desde que aprovada pelo Departamento de Tecnologia da Informação da CONTRATANTE.

Reparar, corrigir, remover, reconstruir ou substituir, às suas expensas, no total ou em parte, os serviços efetuados em que se verificarem vícios, defeitos ou incorreções resultantes da execução ou dos materiais empregados, a critério do Departamento de Tecnologia da Informação da CONTRATANTE.

Arcar com o ônus decorrente de eventual equívoco no dimensionamento dos quantitativos de sua proposta, inclusive quanto aos custos variáveis decorrentes de favores futuros e incertos, devendo complementa-los, caso o previsto inicialmente em sua proposta não seja satisfatório para o atendimento ao objeto da licitação, exceto quando ocorrer algum dos eventos arrolados nos incisos do § 1º do art. 57 da Lei nº 8.666, de 1993.

Fazer com que seus empregados cumpram as normas do órgão.

Responder pelos danos causados diretamente à administração dos órgãos ou a terceiros, decorrentes de sua culpa ou dolo, durante o fornecimento e a execução dos serviços.

A equipe alocada pela CONTRATADA deverá possuir todos os conhecimentos técnicos necessários à execução das tarefas, e será gerenciada exclusivamente pelo representante da CONTRATADA e monitorado por um representante da CONTRATANTE.

Além dos conhecimentos técnicos, a equipe deverá conhecer a estrutura da CONTRATANTE, o funcionamento, as atividades, as tecnologias adotadas e as respectivas áreas que irão demandar as tarefas.

A CONTRATADA deverá alocar os recursos técnicos que comprovem qualificação técnica compatível com a necessidade e qualidade dos serviços, de acordo com o detalhamento dos serviços e perfis profissionais.

Manter, durante o contrato, a sua equipe de profissionais plenamente treinada, capacitada e certificada para atender às demandas de execução dos serviços.

Sempre que houver atualização tecnológica ou metodológica em que os técnicos envolvidos necessitem do novo conhecimento, o CONTRATANTE notificará a CONTRATADA da necessidade de capacitação de sua equipe ou de sua substituição por outra já capacitada.

Assumir a responsabilidade por todas as providências e obrigações estabelecidas na legislação específica de acidentes do trabalho, quando forem vítimas os seus profissionais no desempenho dos serviços ou em conexão com eles, ainda que a ocorrência se dê nas dependências do CONTRATANTE.

Assumir, plena e exclusivamente, todos os riscos provenientes da execução do objeto contratual, não assumindo o CONTRATANTE, em hipótese alguma, nenhuma responsabilidade subsidiariamente.

No caso de não comprovação do recolhimento do FGTS dos empregados e das contribuições sociais e previdenciárias, bem como o não pagamento de salário, e benefícios associados, será caracterizada falta grave, que poderá dar ensejo à rescisão do contrato, sem prejuízo da aplicação de sanção pecuniária e declaração de impedimento de licitar e firmar contratos com a Administração Pública, nos termos do art. 7º da Lei 10.520, de 17 de julho de 2002.

GARANTIA DOS SERVIÇOS

Os serviços entregues pela empresa CONTRATADA terão garantia de 90 (noventa) dias, contados da data do recebimento definitivo do serviço.

O término do contrato não cessará a garantia do serviço.

Correrá exclusivamente à custa da CONTRATADA as manutenções corretivas necessárias durante o período de garantia do software.

As demandas de serviços em garantia serão realizadas por meio de ordem de serviço, na qual deverão constar os prazos de início e de término do atendimento.

TABELA I – PLANILHA COM A MÉDIA DOS VALORES APRESENTADOS NOS ORÇAMENTOS ESTIMATIVOS

 

LOTE

ITEM

BEM/SERVIÇO

MÉTR.

QUANT.

VALOR UNITÁRIO

VALOR TOTAL

LOTE 1 -

Sistemas de Informação

1

Serviços de Análise de Sistemas

USTe

9.956,41

R$171,97

R$1.712.203,83

2

Serviços de Implementação

9.387,66

R$167,50

R$1.572.433,05

3

Serviço de Arquitetura de Sistemas de Informação

1.194,97

R$175,45

R$209.657,49

4

Serviços de Análise, Implementação e Arquitetura de Datawarehousing e Business Intelligence

2.237,42

R$187,41

R$419.314,88

5

Serviços de Gerenciamento de Projetos em Sistemas de Informação

 

903,52

R$193,37

R$174.713,66

TOTAL LOTE 1

23.679,98

 

R$ 4.088.322,91

LOTE

ITEM

BEM/SERVIÇO

MÉTR.

QUANT.

VALOR UNITÁRIO

VALOR TOTAL

LOTE 2 -

Infraestrutura

Tecnológica

6

Serviços de Administração de Sistemas de Segurança

USTi

1.632,34

R$ 128,44

R$ 209.657,75

7

Serviços de Administração de Banco de Dados

3.175,30

R$143,06

R$454.258,42

8

Serviços de Apoio e Atendimento a Usuários de Computador e Cabeamento Lógico Estruturado

10.135,10

R$120,67

R$1.223.002,52

9

Serviços Elétricos e de Cabeamento Elétrico Estruturado

2.450,42

R$114,08

R$279.543,91

10

Serviços de Gerenciamento de Projetos em Infraestrutura

2.526,60

R$138,30

R$349.428,78

TOTAL LOTE 2

19.919,76

 

R$ 2.515.891,38

 

TOTAL

R$ 6.604.214,29

 

TABELA II – RELAÇÃO BENS/SERVIÇOS

 

LOTE

ITEM

BEM/SERVIÇO

MÉTR.

QUANT.

VALOR UNITÁRIO

VALOR TOTAL

LOTE 1 -

Sistemas de Informação

1

Serviços de Análise de Sistemas

USTe

 

 

 

2

Serviços de Implementação

 

 

 

3

Serviço de Arquitetura de Sistemas de Informação

 

 

 

4

Serviços de Análise, Implementação e Arquitetura de Datawarehousing e Business Intelligence

 

 

 

5

Serviços de Gerenciamento de Projetos em Sistemas de Informação

 

 

 

 

TOTAL LOTE 1

 

 

 

LOTE

ITEM

BEM/SERVIÇO

MÉTR.

QUANT.

VALOR UNITÁRIO

VALOR TOTAL

LOTE 2 -

Infraestrutura

Tecnológica

6

Serviços de Administração de Sistemas de Segurança

USTi

 

 

 

7

Serviços de Administração de Banco de Dados

 

 

 

8

Serviços de Apoio e Atendimento a Usuários de Computador e Cabeamento Lógico Estruturado

 

 

 

9

Serviços Elétricos e de Cabeamento Elétrico Estruturado

 

 

 

10

Serviços de Gerenciamento de Projetos em Infraestrutura

 

 

 

TOTAL LOTE 2

 

 

 

 

TOTAL

 

 

Rio de Janeiro, 29 maio de 2019


logotipo

Documento assinado eletronicamente por Roberta Barbosa Chaves Direito, Superintendente, em 31/05/2019, às 08:10, conforme horário oficial de Brasília, com fundamento no art. 5º, do § 1º, Decreto nº 46.126, de 20 de outubro de 2017.


QRCode Assinatura

A autenticidade deste documento pode ser conferida no site http://sei.fazenda.rj.gov.br/sei/controlador_externo.php?acao=documento_conferir&id_orgao_acesso_externo=6, informando o código verificador 0622210 e o código CRC 9260E394.




Referência: Processo nº SEI-08/001/006998/2019 SEI nº 0622210

R. México, 128, - Bairro Centro, Rio de Janeiro/RJ, CEP 20031-142
Telefone: - www.saude.rj.gov.br